Entrevista Especial Ídolos: João Santos e a paixão pela guitarra

Foi um dos concorrentes do 4.º programa desta quinta edição do Ídolos.
Cativou os jurados do programa com a sua música e confessa que ainda tem muito para dar aos espectadores do programa e tem muito para mostrar ao júri do Ídolos.
Aos 20 anos, João Santos vive uma nova aventura no mundo da música, ele que é guitarrista e que tem como o seu amuleto... a guitarra.

Quem viu o programa percebe a tua paixão pela guitarra. É o teu ‘amuleto’ ou tens outro? 
O meu amuleto é sem dúvida a guitarra. 

Conta-nos um pouco do teu percurso na música? 
Comecei a ter aulas muito cedo de guitarra e violino. Na adolescência comecei a tocar guitarra elétrica e entrei em algumas bandas. Aos 17 anos comecei a tocar com cantores profissionais. No final da actuação tiveste 3 sim e 1 não. 

O que é que achaste do não do Pedro Abrunhosa? 
Achei sincero! Fez o que tinha a fazer, pois portei-me mal (risos)

É importante ouvir do Manuel Moura dos Santos que “tu és músico, mas a tua atitude…”? 
 É importante! Gostei do que ouvi. Todas as críticas são úteis para evoluir e aprender. 

Trouxeste, também, para o casting um tema original. Como é que te sentiste a cantá-lo para o júri? 
Já cantei esse tema em muitas outras ocasiões. Foi bom poder mostrá-lo ao Júri do Ídolos. 

De certeza que acompanhaste o programa e no final, quando sais, os jurados comentam que podes chegar longe. É importante ouvir estas palavras? 
Sou muito terra a terra. No teatro quero mostrar mais de mim para que eles possam ou não afirmar que posso ir longe. 

Que reacções já tiveste desde que o programa foi emitido? 
As pessoas abordam-me na rua e é bom. Mas o grande movimento está a ser na Internet e nas redes sociais. 

O que é que o público pode esperar de ti? 
Prometo que no Teatro não vou levar guitarra e vou ser um pássaro sem asa

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.