Sobreviventes no Jornal da Noite a partir de segunda


O dia 20 de Fevereiro de 2010 ficou marcado na vida de muitas famílias. Um temporal na Madeira arrastou lama, carros e pessoas. 

Neste primeiro episódio de Sobreviventes vamos conhecer dois protagonistas involuntários dessa tragédia. Um homem e uma mulher que se salvaram como por milagre. Dúlio Freitas foi surpreendido à porta de casa por uma avalanche que o arrastou durante três quilómetros. Foi dado como desaparecido. Durante três horas família e vizinhos mergulharam num mar de entulho à sua procura. Dúlio comeu e respirou lama. Perdeu os sentidos. Acordou debaixo de uma pilha de vários carros. 
Nunca perdeu a esperança de ser salvo. Aos 19 anos agarrou-se aos sonhos de jovem por cumprir e gritou por socorro. Dalila Martins desafiou o mau tempo e alheia ao perigo que corria saiu para a rua. Foi empurrada rua abaixo sem aviso, nem alarme. Ninguém se apercebeu nada. Vizinhos e família lutavam com uma inundação sem tréguas. Dalila pensou nos três filhos menores. Nunca mais os iria ver. De certeza que ia morrer ali, à porta de casa, entalada entre carros e troncos. Lutou pela vida. Pela sua e pelas dos filhos que ainda queria ver crescer. Dalila foi resgatada quando as forças já a abandonavam. Esteve quatro meses em coma até que um dia acordou. 
Lúcia Gonçalves

Comentários