Laços de Sangue é um "projecto muito bom e com qualidade"

Diana Chaves fez uma pausa nas gravações da novela da SIC para participar no desfile Fórum Madeira Fashion. E a actriz revelou que sempre que pisa uma passerelle ainda sente um nervoso miudinho. "É uma coisa que gosto muito de fazer. Principalmente na Madeira. É sempre um prazer vir cá. Mesmo pouco tempo, é bom para desanuviar." Tal como outros actores de Laços de Sangue, a actriz também não fica indiferente ao ritmo das gravações da novela. "É um bocadinho elevado sim. As pessoas olham para nós como se tivéssemos uma vida de sonho, mas não é bem assim. Não me queixo porque gosto muito do que faço, mas já lá vão oito meses e vamos até Junho. Nós gravamos 12 horas por dia, todos os dias. Às vezes chegamos a casa já depois das 20.00 e temos mais cenas para decorar. É duro. Mas quem corre por gosto não cansa. Poderá haver um dia que temos uma manhã de folga ou assim..."
Para dar vida a Inês, Diana Chaves sempre que ia a um restaurante observava tudo o que se passava à sua volta. "O facto de na novela ser gerente de um restaurante sempre que ia jantar ou almoçar fora ficava a olhar para ver como se fazia. De qualquer forma, em termos emocionais fui buscar coisas minhas. Tento observar e lembrar-me de coisas reais para dar mais credibilidade." Quanto à sua personagem ser demasiado boazinha, Diana responde sem pestanejar. E defende a sua dama. "Não acho que ela seja demasiado boazinha. Nós pensamos no dia-a-dia que não existem pessoas assim, mas há um mês um avô matou o genro quando tinha a neta ao colo. Há coisa pior? As coisas existem, se calhar não é num período tão curto de tempo. A Inês é uma pessoa educada, formada, com valores, mas há momentos de revolta em que se vira contra as pessoas e as coisas. Ninguém é sempre bom nem mau." Mas será que Inês vai vingar-se?
"Isso vão ter de esperar para ver", responde enigmática.Com a sua personagem, Diana aprendeu algumas coisas. Mas admite que não é fácil dar vida a Inês. "É complicado, porque ela pode transmitir um sentimento de coitadinha. Mas para a frente ela revolta-se... Consigo tirar algumas coisas para o meu dia-a-dia, ser mais paciente, tolerante."Inimiga na novela de Joana Santos, a vilã Diana, na vida real são amigas. E Diana até defende a rival sempre que a abordam na rua. "Falam imenso comigo por causa da nossa relação na novela. 'Ai a tua irmã, ela irrita-me.' Perguntam-me quando é que lhe dou uma sova. E eu respondo que ela é uma querida. E as pessoas só dizem, 'ai que grande actriz'", revelou. Elogios não faltam para caracterizar Joana Santos. "Gosto muito dela. Admiro-a imenso e adoro trabalhar com ela. Ela é o oposto daquilo que faz na novela. É incrível", contou a sorrir. Apesar de amigas, não estudam textos juntas, mas apenas por falta de tempo. "São muitas horas a trabalhar, quando acabamos vamos para casa e às vezes nem tempo temos para estudarmos sozinhas. Damo-nos bem dentro e fora dos estúdios, já temos tido trabalhos juntas fora da novela também...
"Mesmo com muito trabalho ainda pela frente, Diana está contente com o sucesso da novela. E com o impacto que Laços de Sangue está a ter nas audiências. "Não posso dizer que me surpreendeu muito porque todos sabíamos que era um projecto muito bom e com qualidade. E isso revelou-se nas audiências. Ainda bem, é um óptimo sinal." A também apresentadora acredita que a Globo influenciou o projecto a prender o espectadores em frente ao ecrã. E o segredo está no método de trabalho. "No início da novela gravámos na Globo, Brasil, e posso dizer que não se notam grandes diferenças. Com certeza que as há, porque eles têm muitos anos de avanço. Mas no momento é igual. Houve uma diferença nos ensaios, a nossa directora de actores, a Laís tinha um método diferente do que estamos habituados. Não posso dizer muito porque ela nem sequer permitia que pessoas exteriores à novela estivessem presentes. Só os actores. É o método dela. Se calhar cá estávamos mais habituados a ler o texto, a passar textos, e ela trabalha muito com outro tipo de exercício, a nível emocional." A actriz destaca outro truque fundamental como estratégia usada pela Globo, e agora adoptada pela SIC. "Aquele pormenor no final do episódio que há sempre um gancho forte que prende o espectador para o dia a seguir. Eu lembro-me de ver isto na Tieta, no Roque Santeiro." Apesar de gostar muito do que faz, Diana quer que os próximos meses passem depressa. "Espero ir de férias. Ainda não tenho destino. Quero praia, sol, descanso. Espero conseguir ir de férias com o César. Quero ir com o meu amorzinho."
NTV

Comentários

J@CKANJO-AMIGA disse…
A Diana só perder a ferradura, quando a novela acabar,em novelas fracas é assim, o vilão só é morto ou preso no final. Ela mata, rouba,engana e tudo em uma novela imagina se fosse desenho animado rsrsrsr
J@CKANJO-AMIGA disse…
A Diana só perder a ferradura, quando a novela acabar,em novelas fracas é assim, o vilão só é morto ou preso no final. Ela mata, rouba,engana e tudo em uma novela imagina se fosse desenho animado rsrsrsr