Manuela Moura Guedes feliz com o desafio

- Está feliz por vir trabalhar para a SIC?
Manuela Moura Guedes - Sim, estou feliz com este novo desafio. A única coisa que me preocupa é corresponder ao interesse que a SIC demonstrou em mim. Gosto de trabalhar em equipa e de me sentir confortável.
- Agora que já se sabe que está na SIC, tem-se especulado sobre o tipo de formato que vai apresentar. Já foi publicado que vai conduzir um programa que é uma mistura entre informação e entretenimento. É verdade?
- Sou jornalista e o entretenimento é outra coisa, são concursos, galas, programas de variedades... É uma tonteira misturar as duas coisas. Agora, a informação é sempre informação, seja mais ou menos irreverente e com assuntos mais ou menos do dia. Vamos falar de coisas que têm que ver com a vida das pessoas, de actualidade, mas não precisa de ser sobre assuntos que estão a passar na comunicação hoje. É informação, mas não é um programa de informação diária. É um programa semanal.
- Mas queria voltar à informação diária?
- Não quero! Neste momento fujo disso a sete pés.
- E quando é que o programa começa a ser transmitido?
- Tudo depende, assim que as coisas estiverem prontas, começará.
- Acha que o facto de ter sido contratada pela SIC é uma 'chapada de luva branca' para a TVI?
- Acho que não tem nada que ver com isso. Não estamos em tempo de dar chapadas... As chapadas estão demasiado caras e as coisas têm de ser pensadas muito bem antes de serem feitas. Não se pode fazer nada de ânimo leve.
Após falar com a jornalista, a CARAS conversou ainda com Luís Marques, administrador-executivo da SIC, que avançou mais pormenores sobre o programa que será conduzido pela jornalista: "Vai ser sobretudo um outro olhar sobre a actualidade e a realidade. É um programa informativo, no sentido em que a matéria-prima é a informação, mas não é tratada como num telejornal. Vai ter uma abordagem sobre a agenda política, económica, social..." Convicto de que a pivô foi uma boa aquisição para o grupo liderado por Francisco Pinto Balsemão, Luís Marques disse ainda que a fama de Manuela Moura Guedes ser uma jornalista polémica não abala a coesão do canal de Carnaxide: "A Manuela é uma pessoa que não é consensual, e isso é bom. Há pessoas que gostam dela e outras que não. Por isso, é natural que na SIC haja pessoas que gostam do estilo dela e outras que não gostam. Agora, acho que ela vai ser bem recebida. E o que nos interessa é que seja bem recebida pelos telespectadores."
CARAS

Comentários