DANCIN' DAYS

estreia SEGUNDA na SIC a novela onde vale a pena sonhar!

ÍDOLOS

Domingo temos músicas do século XXI com os 10 finalistas

BOA TARDE

O talk show das tardes da SIC

ROSA FOGO

Assiste à novela no horário nobre da SIC

FINA ESTAMPA

Já estreou na SIC!

30 de novembro de 2009

Primeiro Jornal lidera ao fim-de-semana

Além da liderança do fim-de-semana ter pertencido à SIC há um programa a destacar. Às 13 horas, como habitual, temos o Primeiro Jornal e não posso deixar de lado o facto de o programa ter liderado no horário em que é emitido durante este fim-de-semana. No sábado, por exemplo o programa fez 7,9% de rat e 32,2% de share deixando para trás o noticiário da RTP1 e da TVI. No caso da última foram mais de 10 pontos percentuais em share (!). No domingo a liderança voltou a pertencer a Pedro Mourinho que venceu com um share de 35,1% rat de 9,6%. Deixou novamente RTP1 e TVI atrás!

Audiências de 29.Novembro

SIC - 27,3%
TVI - 25,4%
RTP1 - 23,4%
Cabo - 19,8%
RTP2 - 4,1%

Programa mais visto da SIC e do dia: Ídolos em 3.º lugar com share de 36,8% e rat de 12,8%.
Programa menos visto das 21h-24h: Perfeito Coração que apesar de ser o menos visto com 21,2% de share e 9,2% de rat.
Destaque positivo para o Jornal da Noite que foi o 5.º programa mais visto do dia apesar de competir com futebol na RTP1 sendo que foi o noticiário das 20h mais visto. Share de 27,1% e 11,2% de rat

29 de novembro de 2009

SIC vence sábado

SIC - 24,6%
RTP1 - 24,3%
TVI - 23,4%
Cabo - 21,6%
RTP2 - 6,0%

Programa mais visto: Jornal da Noite com 28,8% de share e 9,9% alcança o 4.º lugar na tabela!
Programa mais visto das 21h-24h: Perfeito Coração com share de 21,5% e rat de 7,2% de rat. Ficou em 4.º lugar.
Programa menos visto das 21h-24h: Lei da Selva com rat de 4,9% e share de 19,8%.

Expresso e SIC lançam CD solidário!

Um livro, um CD, um DVD. É este o projecto que o Expresso, em associação com a SIC, e com o apoio da VASP e da Lisgráfica, coloca à disposição dos seus leitores durante o mês de Dezembro - um projecto cujas receitas reverterão na íntegra para a associação ACREDITAR , que apoia a luta contra o cancro em crianças.
O livro contempla doze contos de Natal inéditos, que serão lidos diariamente na SIC, entre 12 e 24 de Dezembro, logo após o Jornal da Noite, por caras conhecidas da estação. No final de cada conto será ouvido o refrão de uma música de Natal, interpretada por João Pedro Pais e pelas referidas caras da SIC associadas a esta iniciativa (Bárbara Guimarães, Carolina Patrocínio, Rita Ferro Rodrigues, Sofia Cerveira, Fátima Lopes, Clara de Sousa, Cláudia Vieira, Francisco Menezes, João Manzarra, Ricardo Pereira, Luciana Abreu, José Figueiras), que por sua vez dará origem a um CD.
E assim a 12 de Dezembro, será vendido com o Expresso por mais um euro o livro "O Maravilhoso Mundo das Histórias", com os referidos doze contos de Natal.
A 19 de Dezembro será a vez do CD "O Maravilhoso Mundo dos Sonhos", com música relativa à época festiva e a narração dos 12 contos de Natal, também por mais um euro.E pela mesma quantia o leitor terá acesso no dia 24 de Dezembro ao DVD "O Maravilhoso Mundo dos Brinquedos".

28 de novembro de 2009

Brevemente... na SIC K

Algumas das séries que vai poder ver na SIC K:
Shrek
Mar Azul
Snobs
H2O
Ben
Floribella
Gormiti
Uma Aventura
Split
Michaela’s wild challange
Panda do Kung Fu
Secrets of The Furious Five
Zorro – Geração Z
LNK
Merlin
Unbeatable Banzuke
Iron Man
Horseland
Yu-Gi-Oh

Audiências 27.11.09

TVI - 29,8%
RTP1 - 26,6%
SIC - 21,2%
Cabo - 17,5%
RTP2 - 4,9%

Programa mais visto do dia: Jornal da Noite a situar-se em 7.º lugar com rat de 9,4% e 24,5% de share.
Programa mais visto das 21h-24h: brevemente aqui
Programa menos visto das 21h-24h: brevemente aqui

27 de novembro de 2009

SIC K no canal 41 do MEO

Diga-se de passagem que o logotipo que está na imagem é o verdadeiro logotipo! Vale a pena fixarem-no, uma vez que nos vai entrar pelas casas a partir das 16h do dia 18 de de Dezembro.

Mais prémios para a Grande Reportagem!

A Grande Reportagem SIC "MENTES INQUIETAS" sobre doença bipolar venceu a 1ª Edição do Prémio de Jornalismo na área da Saúde Mental. Menções honrosas para a Grande Reportagem "A PALAVRA AUTISTA NÃO QUER DIZER NADA" e para "QUANDO A ANSIEDADE VIRA DOENÇA" da Revista "isto É".

A 1.ª vencedora da Galinha dos Ovos de Ouro

Audiências 26.Novembro

TVI- 27,9%
RTP1 - 24,7%
SIC - 21,6%
Cabo - 20,6%
RTP2 - 5,2%
Programa mais visto da SIC: Jornal da Noite é o 3.º programa mais visto do dia, lidera o horário em que foi emitido e consegue um rat de 11,2% e 29,1% de share
Programa mais visto das 21h-24h: Viver a Vida com 6,9% de rat e 26,8% de share. 3.º mais visto da SIC.
Programa menos visto das 21h-24h: Cenas do Casamento com 5,5% de rat e 15,0% de share. 4.º mais visto.

Luciana Abreu volta a cantar em Perfeito Coração

Actriz de ‘Perfeito Coração’ volta a juntar a dança e o canto em mais um projecto da estação de Carnaxide. Futuro de Luciana passa pela televisão.
Representação, dança e canto. Mais uma vez, Luciana Abreu tem a oportunidade de dar provas do seu talento nestas três áreas num só projecto: ‘Perfeito Coração’, a novela em exibição na SIC. “Este papel foi um grande presente que me deram”, não hesita, por isso, em afirmar a jovem que, aos 24 anos, soma projectos na televisão portuguesa.
Os dotes da actriz enquanto dançarina tornaram-se conhecidos quando participou no programa da RTP (...) No papel de Carla, a actriz tem, novamente, a oportunidade de voltar a dançar, o que a deixa radiante, sobretudo porque volta a ter Tinita, bailarino do programa, como seu par. “Já tinha o bichinho da dança. E agora sinto-me como um peixinho na água. E com o Tinita é maravilhoso. Ao trabalhar com ele sinto-me mesmo profissional. Ele puxa muito por mim. Agora é lógico que, para ser dançarina profissional, tenha que aprender muito. Eu só aprendo os passitos que vou fazer na novela. Mais nada”, confessa.
Mas, para além da dança, eis que Luciana vai também voltar a cantar. Segundo deixou escapar, Carla poderá, em breve, dar a conhecer os seus dotes vocais durante as noites de karaoke no bar Café Gourmet, de Bento (Pepê Rapazote) e Dina (Fátima Belo). As gravações da novela estão a chegar ao fim e em relação ao futuro da sua personagem, Luciana revela que Carla ficará noiva de Vasco, mas se o casamento chega mesmo a acontecer é uma incógnita. “Ele pede-me em casamento mas depois vemos se vamos casar ou não, porque entretanto acontecem umas peripécias”, diz, afirmando, no entanto, que chegaremos a vê-la vestida de noiva.
Com o fim do projecto, a actriz, que se celebrizou com a sua participação em ‘Ídolos’ e depois com ‘Floribella’, onde se tornou o ídolo dos mais pequenos, revela que ‘Perfeito Coração’ ajudou-a “a representar melhor”. “Este papel e o da Floribella são papéis completamente diferentes. A Floribella era direccionada apenas para as crianças, este é um papel mais adulto. Uma postura completamente diferente”, afirma. E acrescenta: “Este tempo passou a voar. Nem demos conta de já terem passado tantos meses. Temos um óptimo grupo e um óptimo ambiente de trabalho, o que me faz sentir muito bem e me dá vontade de trabalhar e dar o meu melhor”.
Perfeito Coração’ chega ao fim em Dezembro, mas Luciana não vai ficar parada. O futuro da actriz mantém-se guardado a sete chaves, mas a jovem garante: “2010 promete. Vai ser um ano com muito trabalho, com muitas novidades. Desde que entrei para a televisão que todos os anos têm sido ‘o ano da Luciana’, este ano vai continuar a ser assim”. Apesar de não revelar concretamente em que área vai continuar a trabalhar, coloca a hipótese de vir a demonstrar talento numa área diferente. “Tenho talentos em várias áreas”, afirma. Sobre a sua continuidade na SIC, que já foi posta em causa durante uma entrevista dada, recentemente, pela actriz, é também pouco precisa. Questionada sobre se os novos projectos que prepara serão da SIC, a jovem apenas responde: “Talvez”. De fora fica a hipótese de participar num musical. Se o convite para tal surgir, o mais provável é Luciana ter que o recusar, como aconteceu este ano com o convite para participar na revista ‘Agarra que é Honesto’, em exibição no Teatro Maria Vitória. “Gostava mas não sei se vou ter tempo livre. Tenho de conciliar muito bem as coisas porque este ano não vou ter muito tempo”, afirmou a actriz.
Outra das surpresas que ‘Perfeito Coração’ nos reserva é a mudança de visual de Carla. A manicura, que vemos actualmente de cabelos pretos e curtos, surgirá em episódios futuros com os cabelos ruivos e mais compridos. Sobre uma possível mudança de visual para o novo projecto que vai agarrar em 2010, Luciana é novamente enigmática: “Se calhar, não sei. Eu adoro mudar. Vamos ver se neste novo projecto também vão querer que mude”.
A chegar ao fim mais um projecto e a postos para as novidades que aí vem, Luciana Abreu não tem dúvidas quanto ao balanço de ‘Perfeito Coração’: “É muito positivo. Sei que evoluí imenso como actriz, porque até agora só tinha feito a Floribella. A opinião do público é a mesma que a minha. As pessoas confiam no meu trabalho, o que é óptimo”, conclui.
PERCURSO: FENÓMENO DE POPULARIDADE
Luciana começou tímida e nervosa nos seus primeiros passos para a ribalta. Em ‘Ídolos’, encantou o público com a sua simplicidade, tendo conquistado o 5.º lugar no programa. Mais tarde, e com o apoio de Teresa Guilherme, teve a sua primeira grande oportunidade de sucesso: ‘Floribella’. A jovem tornou-se num ícone de popularidade entre as crianças, que por todos os cantos do País cantarolavam a letra da música ‘Pobre dos Ricos’. As crianças continuam a ser o público-alvo de Luciana que, em 2008, se dedica à apresentação do programa infantil ‘Lucy’. Apesar do carinho que diz nutrir pelos mais pequenos, Luciana decide que chegou a hora de quebrar a imagem de menina que a identifica. Posar para a capa da revista ‘FHM’ foi a oportunidade perfeita para isso. Participou ainda no Festival Eurovisão da Canção e em várias campanhas publicitárias. Actualmente, Luciana ocupa o seu tempo com as gravações da novela da SIC, ‘Perfeito Coração’. Quanto ao futuro, a jovem promete que não se ficará por aqui.
fonte: CM

Ídolos na passagem de ano

Gala de "Ídolos" na passagem-de-ano A SIC está a preparar uma gala especial de "Ídolos" para a chegada de 2010.
Os concorrentes vão mostrar os seus dotes a interpretar temas famosos e, por ser noite de festa, não haverá eliminações.
Para a emissão, a estação de Carnaxide promete outras surpresas como "castings" nunca vistos de actores entre os quais Ana Bola, Maria Rueff, César Mourão e Joaquim Monchique.
fonte: site JN

26 de novembro de 2009

Futebol volta à SIC

É já na próxima quinta-feira (de hoje a oito dias) que o desporto rei está de volta à estação de Carnaxide. É para acompanhar mais um jogo da Liga Europa que a SIC irá estar no dia 3 de Dezembro pelas 20h a transmitir o jogo Sporting - Herenveen a partir do Estádio de Alvalade. Marque na sua agenda e vibre com o futebol europeu jogado ao mais alto nível!
Já sabe: Quinta-feira, 3 de Dezembro, 20h sintonize a SIC e instale-se confortavelmente no seu sofá!

Marco Horácio em dose dupla na SIC


Audiências 25.Novembro

RTP1 - 29,3%
TVI - 28,5%
SIC - 20,2%
Cabo - 17,5%
RTP2 - 4,5%

Programa mais visto: Jornal da Noite foi o mais visto da SIC tendo ficado em 7.º lugar com um share de 23,8% e rat de 9,6%. Vence o jornal da TVI!
Programa mais visto das 21h-24h: Cenas do Casamento com rat de 6,2% e shae de 16,5%
Programa menos visto das 21h-24h: Viver a Vida com rat de 6,2% e share de 25,9%.
Destaque positivo para a Companhia das Manhãs a entrar para o 10.º lugar dos mais vistos da SIC com rat de 2,0% e 18,8% de share. Mantém o último lugar no seu horário mas está a subir!

SIC K arranca a 18 de Dezembro

A data também não foi escolhida ao acaso, e coincide com o início das férias de Natal, por norma uma altura "atractiva para investir", como explica Luís Marques, director-geral da SIC. Também Nuno Santos, director de programação do canal de Carnaxide, reforçou a ideia do K "ser uma letra com a qual esta geração se identifica", e segundo ele, "tem a ambicão de se tornar numa referência para este público-alvo". Para que isso aconteça, são muitas as apostas nas séries de animação de renome, como 'Ben 10', 'Gormitis', 'Iron Man' ou 'Mr Bean', transmitidas entre as 16h e as 20h, e quase todas dobradas em português, só com algumas excepções após as 21h30. "E isso vai fazer toda a diferença", segundo Pedro Boucherie Mendes, director dos canais temáticos. A grelha da SIC K vai estar disponível 24horas/sete dias por semana.
Gormiti
Apesar da concorrência nos programas de pay tv ligados à temática infantil, como o Panda, um dos canais mais populares no cabo, Pedro Boucherie Mendes garantiu aos jornalistas que a SIC K foi pensada para uma audiência mais alargada, podendo mesmo vir a competir pelo prime time com a SIC Radical. "O canal não vai infantilizar os espectadores. Queremos ser o melhor canal português para este público".
A produção nacional vai fazer parte da grelha, e para o arranque do canal estão já programados dois formatos: 'Factor K', um magazine semanal sobre as mais recentes tendências informáticas/tecnológicas, apresentado por Raquel Strada, e a 'Cozinha do Chef André', um programa sobre cute food, uma moda que começou no Japão e se espalhou pela Europa, e que mostra os pratos decorados das formas mais originais.
Uma Aventura
Lançado naquele que foi "o ano mais difícil de sempre para a comunicação social portuguesa", segundo Luís Marques, o orçamento deste novo canal oscila entre os 1,5 e os 2 milhões de euros, valores estimados para os restantes canais temáticos da SIC - SIC Mulher e SIC Radical.
fonte: CM

SIC K não pode ser "pastilha elástica"

Promover o espírito crítico dos mais novos é uma das premissas do canal infanto-juvenil da estação de Carnaxide que arranca a 18 de Dezembro. O SIC K tem na animação e nas séries dobradas em Português o ponto forte das emissões.
O último dia de aulas antes das férias de Natal é o primeiro de emissões do SIC K. O canal temático com a chancela de Carnaxide é exclusivo nos primeiros seis meses do operador Meo. Destinado a um público adolescente e pré-adolescente, o SIC K vai apostar, durante os primeiros meses de emissão, nas séries de imagem real ("live action") e de animação.
A produção própria, nesta fase de arranque, fica-se por dois programas: "Factor K", um magazine de cultura urbana, apresentado por Raquel Strada, e "A cozinha do mestre André", sobre culinária.
Segundo Pedro Boucherie Mendes, director do SIC K, o canal tem a "ambição" de ser o melhor. "Nós em Portugal, temos medo das crianças e é por isso que as endeusamos", disse num encontro com jornalistas, acrescentando que a programação não será constituída por "um conjunto de cassetes em alinhamento".
"Não queremos ser um canal pastilha elástica", mas sim "mexer com o seu público enquanto pessoas, cujo objectivo é divertirem-se", frisou. Da primeira grelha fazem parte séries como a australiana "Mar azul", a brasileira "Sítio do picapau amarelo" ou as animações "Gormitti" e "Iron man". Mais tarde chegará "Slip", uma produção israelita sobre vampiros. Aliás, o canal vai recorrer a vários formatos europeus, australianos e canadianos, "para sair do registo norte-americano", e que segundo Boucherie Mendes têm conseguido superar internacionalmente séries como "Hannah Montana".
O SIC K surge na mesma altura em que a distribuidora do cabo Zon também lança um novo canal infanto-juvenil, intitulado Panda-Bigs, fruto de uma "joint-venture" entre a operadora e a Chello Multicanal, que já produzia o Panda, destinado ao pré-escolar.
"Para já, não é uma preocupação", sublinhou Luís Marques, director-geral da estação, quando questionado sobre se o Panda-Bigs não iria impedir o SIC K de pertencer à oferta da Zon, quando terminar a exclusividade no Meo. "Para nós, é melhor ser distribuído na Zon do que não ser, mas há possíveis interessados dentro e fora do mercado nacional".
fonte: JN

Diana Chaves em "Lua Vermelha"

A actriz Diana Chaves integra o elenco adicional da novela-juvenil da SIC sobre vampiros, intitulada "Lua vermelha".
Actriz integra o núcleo de vampiros, que conta já com Anabela Teixeira e Merche Romero. Para já, a também apresentadora vai participar em cinco episódios. Mas a sua presença poderá vir a ser alargada.
Com estreia prevista para 2010, a série é protagonizada por Mafalda Luís de Castro e Rui Porto Nunes. A acção passa-se num colégio na Serra de Sintra, envolto em acontecimentos misteriosos.
fonte: JN

Adelaide de Sousa volta ao "Mundo das Mulheres"

Afastada do ecrã da SIC Mulher por licença de maternidade, a apresentadora Adelaide Sousa retoma as emissões de "Mundo das mulheres" a 2 de Dezembro.
A condução do programa está a ser assegurada, desde o último Verão, por Ana Rita Clara que vai "devolver" o testemunho na emissão de 30 de Novembro, partilhada pelas duas.
Por seu lado, Ana Rita Clara estreou-se há duas semanas na condução de um novo formato naquele canal do cabo, intitulado "Querido mudei o visual".
fonte: JN

25 de novembro de 2009

Não há margem para duvidas

Audiências 24 de Novembro

TVI - 29,0%
RTP1 - 24,5%
SIC - 21,9%
Cabo - 19,0%
RTP2 - 5,6%

Programa mais visto: Jornal da Noite alcança o 5.º lugar com share de 27,2% e 10,9% de rat.
Programa mais visto das 21h-24h: Viver a Vida com share de 26,7% e 6,1% de rat.
Programa menos visto das 21h-24h: Cenas do Casamento com share de 15,5% e 5,4% de share

24 de novembro de 2009

Carlsberg Cup em Janeiro de 2010!

Agora que o sorteio dos três grandes do futebol português foi realizado, a SIC vai começar a transmitir jogos de futebol da 2.ª parte do contrato que tem com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional. Sendo assim é a partir do dia 2 ou 3 de Janeiro que a SIC começa a transmitir a Carlsberg Cup também designada por Taça da Liga que na época passada tanto deu que falar. Em princípio estão previstas as transmissões dos três grandes sendo que a estação emite cinco jogos nesta 3.ª fase!
A final da Taça da Liga será disputada uma vez mais no Estádio do Algarve.
Recorde-se que em termos de futebol a SIC emitirá também em meados de 2010 o Mundial que será disputado na África do Sul.


Aqui e Agora está de volta no Jornal da Noite

O espaço de informação "Aqui e Agora" voltou. Voltou mas foi integrado no Jornal da Noite como acontecia anteriormente. No entanto nem Rogério Alves nem o psicólogo que faziam parte da rúbrica estão presentes. O tema desta noite foi a SIDA, tendo vindo em consequência de uma reportagem sobre o mesmo tema. Numa mesa nova, e no estúdio (virtual) a jornalista Clara de Sousa recebeu em estúdio 2 pessoas que estão infectadas com o vírus da SIDA. Um regresso inesperado e só foi visto por quem esteve a acompanhar o noticiário da SIC! Em princípio os moldes serão os mesmos sendo que quando está o Rodrigo a apresentar o Jornal da Noite será a Clara de Sousa a estar no Aqui e Agora e vice-versa.

SIC em 3.º e Grande Reportagem em 2.º

TVI - 27,8%
RTP1 - 26,7%
SIC - 22,6%
Cabo - 18,2%
RTP2 - 4,7%
Programa mais visto e mais visto das 21h-24h: Grande Reportagem SIC com grande performance à frente do programa de informação da TVI a 0,2% da liderança. Fez 14,6% de rat e 35,5% de share
Programa menos visto das 21h-24h: Viver a Vida com 5,6% e 24,5% de share.
Jornal da Noite fez um bom share tendo ficado em 6.º lugar dos programas mais vistos do dia. Foi atrás do noticiário da RTP1

Caminho das Índias ganha Emmy Internacional

A telenovela brasileira 'Caminho das Índias', de Gloria Perez, conquistou esta terça-feira, em Nova Iorque, o Emmy Internacional nesta categoria, numa cerimónia em que o produtor britânico David Frost foi homenageado com o Prémio Carreira.
"É o primeiro Emmy Internacional recebido por uma produção brasileira e isso é muito importante", afirmou, emocionada, a guionista Gloria Perez.
'Caminho das Índias' narra uma história de amor passada na Índia e foi exibida, através da SIC, no nosso País, sem nunca obter audiências elevadas.
O Brasil contava com quatro nomeações para os galardões, tendo ganho apenas um prémio.
fonte: site CM

23 de novembro de 2009

Audiências de dia 22 de Novembro

TVI - 30,2%
SIC - 25,8%
RTP1 - 20,4%
Cabo - 19,4%
RTP2 - 4,1%

Programa mais visto da SIC e mais visto das 21h-24h: Ídolos em 5.º lugar foi o mais visto do dia. 10,7% de rat e 31,9% foi o resultado do concurso
Programa menos visto das 21h-24h: Perfeito Coração que apesar de ter concorrido contra o futebol da TVI (em parte) fez 24,3% de share e 9,9% de rat. Foi o 2.º programa mais visto da SIC.
Destaque positivo para o Primeiro Jornal da liderar o seu horário com share de 36,0%.

Cadeia Alimentar em Grande Reportagem

"Cadeia Alimentar" procura mostrar como funciona o percurso dos produtos da origem à comercialização. "Entre o pomar e o escaparate, entre o pescador e a banca da peixaria, há um mundo que movimenta milhões de euros", refere a SIC. O trabalho é assinado por Amélia Moura Ramos, com imagem de Filipe Ferreira e edição de Vanda Paixão.
fonte: site JN

22 de novembro de 2009

Como concorrer ao Querido Mudei o Visual?

Audiências dia 21.Novembro

TVI - 27,6%
SIC - 23,2%
RTP1 - 22,6%
Cabo - 20,1%
RTP2 - 6,5%
Programa mais visto da SIC: Jornal da Noite em 4.º lugar com share de 26,6% e 9,6% de rat.
Programa mais visto das 21h-24h: Perfeito Coração é o programa mais visto do horário nobre com 21,6% e 7,8%
Programa menos visto das 21h-24h: M/F Sarilhos em Casa com 16,2% de share e 4,9% de rat

21 de novembro de 2009

Audiências de 20 de Novembro

TVI - 29,7%
RTP1 - 24,5%
SIC - 21,7%
Cabo - 18,3%
RTP2 - 5,8%
Programa mais visto: Jornal da Noite com um share de 28,4% e 11,2% de rat. Foi o 6.º programa mais visto do dia. Desce uma posição
Programa mais visto das 21h-24h: Viver a Vida com 23,9% de share e 6,5% de rat. Viver a Vida sobe 2 posições
Programa menos visto das 21h-24h: Cenas do Casamento que alcança 16,2% de share e 5,9% de rat. Apesar de tudo sobe uma posição!

Imira Entertainment negoceia séries para a SIC K

A produtora e distribuidora espanhola Imira Entertainement está a negociar a venda de algumas das suas séries de televisão infantil e juvenil à SIC K, o novo canal temático da Impresa que deverá começar a emitir antes do Natal. De acordo com a porta-voz da empresa, Mar Gaya, "ainda não foi concretizada nenhuma venda, mas estão a decorrer negociações com a SIC K para a venda de algumas séries", afirmou ontem aos jornalistas à margem de uma apresentação da produtora ao mercado português.
Com uma facturação de cerca de quatro milhões de euros em 2008, a empresa espanhola, criada em 2003, está presente no mercado audiovisual nacional desde essa altura. Neste momento, "são cerca de vinte as séries de animação" em exibição em Portugal, na RTP, no Canal Panda e na SIC, quantificou a mesma responsável.
E, se no caso da SIC K, Mar Gaya não quis ainda revelar quais as séries que estão a ser negociadas, em relação à SIC generalista adiantou que já chegaram a acordo para a venda da terceira temporada da série juvenil australiana H2O. "Com elenco renovado e uma nova sereia, que também canta, será acompanhada pelo lançamento de um CD com as músicas da série e ainda a produção de duas longas-metragens que funcionam como uma espécie de compacto das duas primeiras temporadas da série", que a SIC passa aos fins-de-semana, de manhã, anunciou.
Reconhecendo que, em geral, "os projectos educativos funcionam melhor no mercado português", a porta-voz da empresa revelou ainda que a série Vitaminix, para um público pré-escolar, que já passou na RTP e no Panda, vai voltar a estes dois canais em 2010.
Uma das séries de produção própria é a Lola & Virginia, que passa na RTP2, com shares médios de 40% durante este ano. Talvez por isso, a RTP2 negociou já uma outra série desta produtora, que deverá estrear-se no Outono de 2010, Sandra, a Detective de Sonhos.
fonte: site DN

"Uma Aventura" ambiciona ser vista por mais de 200.000

"Agora podemos sonhar a aventura em português", definiu Manuel Fonseca, administrador-delegado da Valentim de Carvalho Filmes, ontem perante uma plateia cheia de crianças na faixa dos seis anos (alunos do Colégio Bom Sucesso, em Lisboa), na apresentação do filme Uma Aventura na Casa Assombrada. Uma produção sobre a qual Nuno Santos, director de programas da SIC, confessa ter "muito carinho e expectativa".
Com realização de Carlos Coelho da Silva, este é um filme que tem saltos, perseguições, sustos... protagonizados por fantasmas, ladrões e os seis heróis do livro Uma Aventura..., de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada, actual ministra da Educação, que saltam para o grande ecrã já dia 3 de Dezembro, em cerca de 50 salas.
Ao DN, Manuel Fonseca traçou a meta de 200 mil espectadores desta grande produção nacional, que de ajudas teve apenas a SIC, que tem emitido a série de televisão, a Caminho (editora do livro) e das suas autoras. Relativamente a investimentos envolvidos, o mesmo responsável afirmou apenas: "Teve um orçamento ligeiramente abaixo da média do cinema português", apesar de muitos efeitos especiais. "Em três mil planos, 700 tiveram efeitos especiais", revelou o também realizador de Amália - O Filme e O Crime do Padre Amaro.
Estes são elementos que fizeram Ana Maria Magalhães anunciar para a plateia de crianças: "O filme está sensasional, espero que gostem e levem amigos, primos, vizinhos..." Esta a autora aproveitou ainda para revelar que hoje ia almoçar com Isabel Alçada para combinar já a próxima "aventura".
O filme, classificado para seis anos, é uma história de suspense, acção e terror em redor de um diamante raro, o "Espírito do Mundo". Foi filmado em seis semanas, sobretudo em Sintra, e montada em cerca de três meses. Na SIC passa daqui a dois meses.
fonte & foto: site DN

20 de novembro de 2009

Audiências 19. Novembro

TVI - 30,0%
RTP1 - 25,2%
SIC - 21,3%
Cabo - 18,2%
RTP2 - 5,3%

Programa mais visto: Jornal da Noite consegue o 5.º lugar com um share de 28,3% e 11,4% de rat.
Programa mais visto das 21h-24h: Histórias com Gente Dentro com share de 25,2% e 10,0% de rat.
Programa menos visto das 21h-24h: Cenas do Casamento com share de 13,6% e 5,0% de rat.

Momentos SIC Blog

Lúcia Gonçalves, a cara do formato "Vencer o Cancro"

Zé Gabriel, meu grande amigo e mestre da rádio, foi roubado à vida por um cancro. Lembro-me de que, na ligeireza dos meus 23 anos, percebi que a palavra tinha o peso de uma coisa grave, mas o Zé iludia todos com a sua vontade de trabalhar e a forma obstinada com que encarava as dificuldades. Teve o cancro por companhia ainda durante uns anos, até que o inimigo levou a melhor. Guardo dessa fase a indignação do Zé, contra a dita "doença prolongada"; se ia morrer, que lhe dessem a dignidade de ter sido o lutador contra uma doença identificada e não a vítima de um mal anónimo.
Mas a "coisa ruim" voltou a atacar o meu sossego quando, há poucos anos, comecei a percorrer com o meu pai os corredores do Instituto Português de Oncologia do Porto. Os pais confrontam-nos com o nosso efémero e, aos 30 anos, o cancro já desafiava a minha relação de empréstimo com o mundo.
O primeiro embate é de profunda incredulidade. Logo à partida, a nossa mente está contaminada. Quem passa pela situação faz os raciocínios mais dolorosos: "Tem cura? Vou morrer? Vai doer?" Na sala de espera da Urologia, como em muitas outras, os doentes trocam as suas intimidades de Medicina como quem troca cromos. Os tratamentos que já fizeram, os ditos especialistas que já visitaram, as mezinhas que lhes aconselharam. Sentem-se perdidos. Náufragos num mar de dúvidas e medos.
Achei que não podia ser só mais uma testemunha. Defendo um jornalismo muito mais do que observador da coisa mundana. Acho que, em algumas circunstâncias, para construir é preciso desmontar primeiro. Desta vivência surgiu o conceito, que hoje é um bem sucedido formato de televisão, de Vencer o Cancro.
Combater a fatalidade da doença prolongada, despir de tabus a palavra, destruir velhas imagens e preconceitos. Infelizmente, há muitos caminhos desgastantes que terminam em malogro, mas é preciso dizer que a vida não aparece na estatística do cancro, apesar de serem mais os que sobrevivem do que aqueles que sucumbem. A vida não é notícia, a morte é primeira página.
Na vulnerabilidade da doença e no medo, familiares e doentes procuram desesperadamente respostas. Ficam entregues à grande biblioteca virtual, sem qualquer filtro protector, das curas milagrosas ou descobertas promissoras.
Parti para o formato de TV com o propósito oposto. Informação de grande rigor científico, adequada à realidade quotidiana e, acima de tudo, acessível ao comum dos telespectadores. Imaginei, desde logo, três vértices que seriam os pilares do rigor da informação veiculada pelo e no programa: a Medicina, a investigação e o futuro com novos padrões do conhecimento.
A Sociedade Portuguesa de Oncologia tem o know how médico dos que estão todos os dias na linha da frente desse combate. O IPATIMUP (Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto) representa a esperança que a investigação científica traz para o cancro. A Fundação Champalimaud significa a marca de modernidade no País. Trata-se de uma nova abordagem que a investigação transnacional possibilita, ao juntar, na mesma estrutura, investigação científica e clínica.
Abrir a alma
Antes de apresentar a ideia à SIC, a primeira pessoa a quem pedi uma opinião sobre o projecto foi a Sobrinho Simões. Nutro grande admiração por este professor e cientista e pelo seu sentido de exigência na comunicação do conhecimento. Pôs-me logo no lugar. A intenção era boa, mas, perante um tema tão vasto, tinha de me focalizar no que era essencial. Aconselhou-me a elaborar uma espécie de guião de questões obrigatórias: predisposição genética, grupos de risco, métodos de diagnóstico, de tratamento, as sequelas, a posição de Portugal em relação ao resto do mundo, o que há de melhor e, por fim, o futuro que a Ciência pode oferecer.
Uma reportagem nos Estados Unidos, a convite da Fundação Champalimaud, deu-me o fio condutor que eu procurava. Num simpósio organizado no Laboratório de Cold Spring Harbor, fui testemunha indiscreta do complexo trabalho de brilhantes cientistas europeus e norte-americanos. Cold Spring Harbor, o laboratório que adoptou o nome da cidade onde John Lennon viveu os últimos dez anos e que representa o ideal de vida suburbana, tem condições privilegiadas para a investigação científica, é casa de sete prémios Nobel e ali trabalham mais de mil cientistas.
Neste subúrbio de Nova Iorque, a livraria é uma das maiores lojas. Ali dei por mim, perdida e maravilhada, a contemplar estantes que pareciam não ter fim. Centenas, milhares de livros sobre Oncologia. Os responsáveis da livraria encontraram uma forma peculiar de os dispor. Havia categorias de acordo com a patologia: cancro da mama, próstata, cólon, melanoma, leucemia e por aí fora. A organização temática também respondia a outra ordem. De cima para baixo: o diagnóstico, o tratamento, a auto-estima, bibliografia de prevenção e defesa, testemunhos na primeira pessoa, publicações mais técnicas, cuidados paliativos, a dor, a morte.
Comprei na livraria uma série de postais que representavam o protagonista mais importante do programa e objecto de todos os cuidados: o doente. A Caral Works é uma organização que apoia doentes afectados pela quimioterapia, através de mensagens positivas e cheias de humor. Num dos postais, uma mulher careca exibe um sorriso e brinca com a situação: "Sempre me disseram que eu tinha uma boa cabeça em cima dos ombros." Era este espírito inconformista, antivitimização, que eu pretendia transmitir, desde a primeira hora.
Regressada dos Estados Unidos, já com um esboço pronto, consegui entusiasmar aquelas três instituições a partilharem comigo a chancela de credibilidade de Vencer o Cancro. Sem conhecer ninguém no mercado, meti os pés ao caminho e acabei por ter sorte. A Novartis Oncology foi o parceiro que permitiu pôr o sonho de pé. Um cúmplice atento, mas alheado das questões editoriais.
Para realizar o programa antecipava dificuldades, mas a abertura e a disponibilidade de quem faz do combate ao cancro a sua principal missão na vida demoveram-me de receios infundados.
Fui para o terreno e, de repente, parecia que estavam todos (médicos, enfermeiros, cientistas, doentes, famílias) à espera de uma oportunidade destas. Para participar, uns, os outros para abrir a alma. As objectivas das câmaras têm sido, assim, fiéis depositárias de muitas alegrias, frustrações, batalhas silenciosas, mas também de olhares de esperança. À minha volta, há uma equipa apaixonada e empenhada, que honra a grande dádiva que todas estas testemunhas da vida real nos têm concedido.
Nas salas de Oncologia, não há aquele rebuliço do imediato. Tudo corre sem pressas para quem sabe que o tempo não se pode perder e o que se tem deve ser saboreado. A vida assume outra dimensão, a da sobrevivência. Muitos, milhares, sobrevivem nos intervalos da doença. Se, nuns casos, o cancro rompe os laços com a vida, noutros, na esmagadora maioria, cria novos.
Um símbolo chamado Raquel
Impressionaram-me muitas estórias. O casal que não fazia amor porque achava que o cancro era contagioso. A mãe que não queria ficar acamada porque estava sozinha com os filhos. O doente que vivia o cancro em segredo e em solidão. A impotência de pais perante um papão ganancioso que ameaçava roubar-lhes a filha. Os doentes que preferem ser tratados em hospitais gerais do que num instituto de Oncologia, evitando, assim, um lugar que, para eles, significa uma vida monocromática e onde se vai para morrer. O casamento que não resistiu à pressão.
O cancro fortalece ou dilacera as relações. Expõe as nossas feridas interiores, num momento da vida em que nos esforçamos para que a cicatriz se mantenha tal como está. Depois do choque, da negação, a maioria consegue manter as aparências e, muitas vezes, contra a frieza da Matemática, superar-se.
De todas as imagens, guardo as brincadeiras de Raquel, na água, com os filhos. Uma resistente de cancro da mama. Sempre disponível para motivar os outros, além dela própria. O cancro voltou a pregar-lhe uma rasteira. Mal sabe ele que, com a Raquel, não são favas contadas. Vai ter luta. Os tratamentos debilitantes, o desgaste psicológico, nada vai abalar a fé desta mulher. Tal como muitas e muitos, é tentada pela revolta e pela tristeza. Mas, mesmo com as células doentes, Raquel sabe que é preciso preservar a mente. É aqui, aliás, que começa ou acaba a resistência.Podemos não conseguir arrancar o mal pela raiz, mas podemos enfrentá-lo. Não como maratonistas, mas com um fôlego de cada vez - aprendendo a conviver com ele e... a vencê-lo.
fonte: Visão

Rui Veloso em Alta Definição

Rui Veloso será o próximo convidado de Daniel Oliveira no "Alta Definição" que será emitido no sábado à tarde na SIC. O autor, compositor e músico será entrevistado sem maquilhagem e em HD num momento que a sua vida deu a volta devido a problemas de saúde.
É para ver a partir das 14h na SIC logo a seguir ao Primeiro Jornal!

19 de novembro de 2009

SIC K com aprovação da ERC

ERC autoriza criação de novos canais infantis, o SIC K deverá arrancar em Dezembro
A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) autorizou a criação de dois novos canais de televisão e a alteração da jurisdição de outros três, todos por cabo, divulgou hoje o organismo regulador.
O SIC K, é um novo canal para o público infantil que será lançado pelo grupo Impresa e emitido pela operadora para televisão da Portugal Telecom, o Meo, que terá o exclusivo durante os primeiros seis meses. O canal, que a Impresa anunciou em Julho, deverá começar a ser emitido no próximo mês - no Natal a programação infantil é, habitualmente, reforçada - também terá uma componente dedicada aos adolescentes, contando, por exemplo, com o programa dedicado aos jovens e chamado "Factor K".
Negociações entre produtora líder em Espanha e a SIC
Grande parte dos programas para este canal poderão ser fornecidos pela produtora Imira Entertainmen - líder no mercado de Espanha na produção e distribuição de séries de televisão, sobretudo juvenis e infantis - que está em Portugal a negociar com a SIC. O único dos novos canais que era até agora desconhecido chama-se Biggs e será um canal infantil e disponível apenas para assinantes, segundo a autorização divulgada pela ERC.
Biggs "sucede" ao actual Panda
De acordo com a mesma fonte, o Biggs é dedicado a crianças entre os oito e os 14 anos e pretende "cobrir o espaço libertado pelo actual Canal Panda" e "cobrir uma necessidade actual do mercado, dado que o canal Disney é mais vocacionado para o público feminino e os restantes canais infantis para estas idades possuem uma programação pouco diversificada". Detido pela Dreamia, o canal será exibido na Zon TV Cabo, apresentando uma grelha em que metade dos programas é de animação, 30 por cento conteúdos "Live Action/Imagem Real" e o restante produção própria vídeo-clips, concertos e concursos em estúdio.
Outros canais aprovados
O conselho regulador da ERC aprovou ainda os canais Mov, Hollywood e Panda, já disponíveis em Portugal há vários anos. "Estes canais não estavam sediados em Portugal. Estavam sob jurisdição de outro Estado da União Europeia", explicou à Lusa fonte oficial da ERC. As autorizações do Biggs, do Mov, do Hollywood e do Canal Panda foram requeridas pela empresa Dremia.
fonte: SIC Online

Audiências 18.Novembro

TVI - 39,0%

RTP1 - 21,5%
SIC - 18,2%
Cabo - 17,1%
RTP2 - 4,2%



Programa mais visto do dia: Jornal da Noite foi o programa mais visto. Muito prejudicado devido ao futebol da selecção nacional que jutificou o resultado. 14,3% de share e 6,5% de rat. Ficou em 10.º lugar!
Programa mais visto das 21h-24h: Cenas do Casamento com um share de 18,2% e um rat de 6,3%.
Programa menos visto das 21h-24h: Viver a Vida com share de 21,2% e rat de 4,8%.
O regresso de Não Há Crise fez 13,0% e 5,8% de rat. Foi o 4.º programa mais visto da SIC!

18 de novembro de 2009

"Querido Mudei o Visual" estreia sexta na SIC Mulher

Ana Rita Clara será a apresentadora do novo programa do canal de cabo. Chama-se “Querido Mudei o Visual” e o objectivo do programa é remodelar a imagem de um anónimo que se queira sujeitar à veia artística do programa. Em declarações ao SIC Blog, a apresentadora que está a apresentar o “Mundo das Mulheres” também na SIC Mulher, refere estar “muito contente” acrescentando que “começa já esta sexta-feiraa partir das 23h15. A não perder a nova aposta do canal dirigido por Sofia Carvalho!

Entrevista ao blog Por Outro Olhar

Entrevista concedida por mim (Hugo M Alves) ao blog "Por Outro Olhar"
Fiquem a saber mais sobre a pessoa que faz o SIC Blog AQUI!

ou ler aqui:
"
Por Outro Olhar (PO): Antes de começar a entrevista, queria agradecer por teres aceite o convite. Quem não te conhece, em poucas palavras, que imagem pode fazer de ti?
Hugo Alves (HA): Em primeiro lugar agradeço o convite feito. É um prazer estar a falar para um blog que visito diariamente. Em relação à questão propriamente dita, posso dizer que sou um rapaz de 22 anos e que o meu lema de vida é o carpe diem que para quem não saiba é viver ao máximo cada dia.
PO: Para além de manteres o blog no activo, que mais fazes na tua vida?
HA: Sou estudante de Direito na Universidade Católica Portuguesa do Porto (passo a publicidade). Além de ser estudante que me ocupa muito tempo tento sempre arranjar tempo para actualizar os 3 blogs e a tv que tenho em funcionamento. Falo do SIC Blog, do blog Leixões e da LSCtv (tv online relacionada com o Leixões).
PO: O teu nome indica uma pessoa que dificilmente passa os dias preocupada, que é perita em encontrar soluções para os seus problemas. No entanto, caracteriza uma pessoa meio solitária, que não gosta de brincadeiras e que às vezes é um pouco distante e severa, que usa toda a sua eficiência para esconder as suas inseguranças. Reveste nesta definição?
HA: É difícil não passar a vida preocupada, nem que seja em informar os leitores do blog – SIC Blog – que são cerca de 240 diariamente dependendo também dos dias. Há sempre a preocupação de muitas vezes acordar, passar a vista pela imprensa diária e depois seleccionar as notícias que serão colocadas nos blogs. Além disso posso dizer que sou muito bem disposto, humorado e que adoro brincadeiras por muito mínimas que elas sejam. Gosto dos meus amigos, da família mais chegada. Sou de ideias fixas e quando alguém me tenta desviar é difícil conseguir. Acho que todos temos um pouco de insegurança dentro de nós nem que seja porque o dia não correu bem ou que temos medo de seguir com algo em frente porque nos podemos “aleijar”. Sou uma pessoa normal… mas diferente de todas as outras.
PO: No dia-a-dia, quando tens problemas, guardas tudo para ti ou partilhas com alguém? Tens alguma pessoa a quem recorres em situações mais delicadas?
HA: Há questões que são sempre “fechadas a sete chaves” porque é algo muito íntimo e que não contamos a ninguém. Há outras em que desabafo com pessoas mais chegadas e aqui falo directamente dos pais ou dos amigos mais chegados (que apesar de serem poucos são bons). Há sempre um conselho que se pede, uma opinião é sempre bem-vinda nem que seja desconstrutiva porque só assim sabemos o que está mal e podemos melhorar.
PO: Consideras-te uma pessoa de fortes emoções, chorando e rindo quando é preciso, ou “Homens não choram”?
HA: Sou de fortes emoções. Choro quando tem de ser nem que seja para dentro, mas também que rio desalmadamente quando é preciso. Sabe bem chorar e rir porque se nós soubermos tirar partido de alguma coisa boa ou mesmo má ela pode-nos ensinar algo de novo e por isso eu, pelo menos, estou sempre a aprender.
PO: No tempo que tens disponível, o que costumas fazer? Quais os teus hobbies?
HA: Boa questão. Resumem-se a 4 hobbies. Leitura (de todo o tipo menos medicina porque não gosto da área), bicicleta (gosto de dar umas boas voltas de bicicleta sempre com os auriculares nas orelhas nem que seja para ouvir rádio), net (é essencial no nosso dia a dia como ler e-mails, consultar os facebook’s, hi 5’s, blogs e pesquisar na net sobre o que nos vem à cabeça) e ver televisão (gosto de ver um bom programa de televisão quer seja ele informativo como os noticiários, culturais, e uma boa novela – na minha humilde opinião que vale o que vale apenas é uma que veio trazer um novo olhar sobre o verdadeiro Portugal que é o Perfeito Coração). Resume-se a isto os meus hobbies sem deixar de lado um bom filme ou um bom jogo de futebol!
PO: Quando conheces alguém, dás mais importância à aparência física ou ao que a pessoa é como ser humano?
HA: Inevitavelmente quando se conhece alguém a aparência física é logo descoberta e o interior das pessoas é mais difícil ser visível. Mas muitas vezes a pessoa como ser humano vale mais do que a própria aparência física. Tenho conhecido pessoas que são lindas por dentro e que por fora são diferentes e vice versa porque também há gente agradável à vista e depois vira-se ao contrário e por dentro não há nada. Por isso mesmo tento abstrair-me ao exterior da pessoa e concentro-me mais ao interior. Mesmo assim uma pessoa tem sempre tendência a banalizar o lado físico da pessoa quando o seu interior é que mais interessa.
PO: Quais os teus piores defeitos e as tuas melhores qualidades?
HA: Questão difícil esta! Não considero um defeito mas posso dizer que sou persistente, teimoso, determinado e de ideias fixas (estão todas relacionadas por incrível que possa parecer). Defeito mesmo só a preguiça! Como virtudes ou qualidades tenho a de ser amigo do meu amigo, companheiro dos bons e maus momentos, divertido, alegre, um ombro amigo para quem quiser.
PO: Se tivesses a possibilidade de passar um dia inteiro com alguma figura pública, em quem recaía a tua escolha. Porquê?
HA: Boa questão. Depende do que se entende por figura pública (poderá ser um desportista, um político, um homem/mulher das artes englobando aqui cinema, tv e música)… No entanto tenho curiosidade de conhecer pessoalmente o Francisco Menezes. A razão desta escolha é simples, isto porque o Menezes tem-me vindo a surpreender ao longo dos tempos (quer em comédia, em cantorias e mais recentemente na apresentação). O Menezes é simples e autêntico. Não deixo de fora o Marco Horácio isto porque são duas pessoas que estão nas mesmas áreas além de ambos serem excelentes escritores de rábulas e parecem-me das pessoas mais autênticas que aparecem na tv. Mas não posso deixar de referir que cada pessoa tem o seu sinal ou seja, as pessoas são diferentes umas das outras e a nossa parecença com as chamadas figuras públicas é muita. Muitos deles/delas são super simpáticos, atenciosos e gostam de estar a falar com as pessoas. Outros “andam de nariz empinado” como costumo dizer e esquecem-se muitas das vezes que eles/elas já estiveram no nosso lugar. Há muitos que me têm surpreendido pela positiva pois uma pessoa tem uma ideia deles e depois essa ideia muda radicalmente (lá está e isto vem na sequência da pergunta já formulada) quando se começa a falar com elas!
PO: Que estilo de musica preferes?
HA: Todo o tipo de música desde que seja boa! Rock, Pop, Rapp, de tudo um pouco mas há uma coisa que não consigo ouvir que é música clássica! Habituei-me a ouvir fado também desde que entrei na faculdade e tenho tido agradáveis surpresas!
PO: És um bom garfo? A nível gastronómico, o que te dá prazer comer?
HA: Sou muito bom garfo. Talvez por ter uma costela mirandesa (!) seja a verdadeira posta mirandesa com batata a murro ou batata frita. Para mim melhor não há! Também gosto de um bom bacalhau cozido… Detesto, mas detesto mesmo é sardinhas e cavalas... O que como e não gosto é pescada cozida!
PO: Gostas de ler? Qual foi o último livro que leste? Recomendas?
HA: Tirando os da faculdade tenho dois livros lidos recentemente. Começo pelo “Rosa Brava, pastora de sonhos e outras histórias” do Pedro Coelho (que também é jornalista da SIC) recomendo a 100% porque é um livro que retrata mais do que as reportagens que foram emitidas pela televisão. Há um aprofundamento de histórias como a da Rosa, a da Ilha do Corvo e o Código de Barras que retrata a vida na prisão! Outro livro que também recomendo é “Esmeralda – uma criança, dois pais” do Hernâni Carvalho e do Luís Maia (saiu com a TVMais) que abalou Portugal por sem mais nem menos ter sido retirada a guarda ao Sargento como é conhecido! Dois livros que recomendo!
PO: Se o Mundo acabasse amanhã, o que farias hoje?
HA: Não pode! Sou muito novo para o Mundo acabar já amanhã! Tenho muito para viver e para aprender.
O Blog
PO: O teu blog é sobre o universo SIC, porquê a escolha da SIC e não da TVI?
HA: Muita gente já me fez essa questão. A paixão pelo canal vem desde logo porque é minha contemporânea… Eu ainda sou dos tempos em que apenas havia RTP e quando surge a SIC esta muda radicalmente o panorama do audiovisual português sendo mesmo um case-study a nível internacional. No entanto a escolha da SIC vem dos tempos em que eu andava no 2.º ano (já lá vão uns anitos) em que a SIC foi à minha escola fazer uma brincadeira. Levou câmaras, o cenário parecido com o da Informação da altura e tudo começou aí. No entanto o bichinho apagou-se e reactivou-se quando a SIC fez 11 anos em que comecei a coleccionar cassetes VHS com genéricos e tudo sobre a SIC (Tenho mais de 180 cassetes!) Houve também uma altura em que tirava as notícias iniciais do Jornal da Noite. A SIC para mim inovou e continua a inovar diariamente. Só para dar um exemplo: antes mostrar os bastidores da televisão (operadores de câmara) era um absurdo e agora todas as televisões o fazem. A janela aberta para a redacção foi iniciativa da SIC no seu nascimento que foi perdida durante 2 anos suponho eu quando mudaram o cenário. Mantém-se a paixão e não mudo nem por nada. Sou fiel ao canal apesar de ver também os outros canais mas 90% é na SIC…
PO: Achas que a SIC reúne todas as condições para voltar a ser líder?
HA: É preciso referir que a estação está em reestruturação e isso vê-se com a criação de estúdios próprios, com a criação de mais infra-estruturas (futuras instalações em Matosinhos) e outros aspectos. A SIC também tem uma grelha renovada no que diz respeito aos talk shows (Companhia das Manhãs e Vida Nova) fazendo com que as audiências apareçam gradualmente. Se recuarmos no tempo e se chegarmos ao início do Contacto (apresentado pelo Nuno Graciano e Rita Ferro Rodrigues) demorou cerca de meio ano a implementar-se e depois liderou durante um longo período. A televisão é feita pelo que os espectadores querem ver. Agora também a solução da SIC não passa por colocar em prime time três novelas como tem a TVI (o que na minha opinião é demais).
A solução da SIC passa por diversificar a programação tendo em vista o seu target. Passa por emitir informação no que é forte e isso constata-se a partir de agora com os novos programas que estão a surgir no canal e reorganização de outros como é o caso da Grande Reportagem SIC e Perdidos e Achados. Passa por emitir grandes formatos como o Ídolos (faltava à tv este programa porque o público gosta) – ao contrário da TVI que está a exagerar com Uma Canção Para Ti que na 1.ª edição o público adorava porque era novidade, veio a 2.ª e o público começa a saturar e na 3.ª vê-se que os resultados são mais fracos. A solução da SIC passa por inovar (afinal esta é a bandeira do canal). A informação do canal é diferente de todas as outras (lançou casos polémicos – Casa Pia, Esmeralda, entre outros – que ainda hoje se discute). Passa por aproveitar os contratos que tem com a Rede Globo (TV Globo) que apesar de tudo são pioneiros a nível mundial a fazer ficção (muita gente critica o facto de a SIC ter o contrato. Eu pelo contrário! Sou a favor visto que poderá haver sempre uma entre-ajuda entre os dois canais) e a apostar em desporto. Falta à SIC um programa ao sábado à tarde para entreter as pessoas e não colocar filmes e mais filmes apesar de muitas vezes haver outros problemas. Falta à SIC um programa cultural que mostre o país de lés a lés do género de descobrir Portugal. Há muita gente que não conhece Portugal e isso era interessante ter um programa baseado nisto.
Apesar de a SIC não ser líder há que referir que toda a programação em exibição na TVI ainda é do José Eduardo Moniz assim como Nuno Santos tinha deixado na RTP1.
PO: Existe pelo menos outro blog sobre a SIC, o do Miguel, vê-lo como um concorrente?
HA: Apesar de eu e o Miguel por vezes termos opiniões divergentes vejo-o como parceiro e não concorrente porque ambos remamos para o mesmo lado que é ver a SIC crescer e isso nota-se pelas visitas que ambos os blog’s têm e eu falo por mim. A SIC interessa a muita gente isto porque tenho visitas da Europa e das comunidades portuguesas espalhadas pelo Mundo (Brasil, Canadá, África).
Apesar de existirem diferenças entre os blogs, isto porque o Miguel aposta mais em rubricas diárias (porque tem mais disponibilidade para tal), tenho uma boa relação com ele e além disso é um grande companheiro do blogger! O meu SIC Blog tem também entrevistas a caras do canal como é o caso do Jorge Gomes, do Emanuel Nunes, do Eduardo Madeira ou mesmo do Francisco Menezes que tiveram a “pachorra” de me aturar para me concederem a entrevista...
Há cooperação entre os dois porque se um não sabe o outro diz e não se esconde nada. Já desmenti no blog várias notícias lançadas por outros sites porque tento confirmar notícias mais interessantes antes de as colocar.
Obrigado! Obrigado eu por este momento!
"
Isto é a resposta para os mais curiosos em relação à pessoa que está por detrás do blog!

Audiências 17.Novembro.2009

TVI - 28,6%

RTP1 - 25,0%
SIC - 22,4%
Cabo - 19,8%
RTP2 - 4,8%



Programa mais visto: Jornal da Noite com um share de 29,7% e rat de 11,9% tendo ficado em 5.º dos programas mais vistos do dia.
Programa mais visto 21h-24h: Viver a Vida teve um share de 26,3% e um rat de 5,8%
Programa menos visto 21h-24h: Cenas do Casamento com um share de 16,8% e um rat de 5,9%.

17 de novembro de 2009

Balanço de Histórias com Gente Dentro

Primeiro Jornal com novo genérico

Novo genérico do Jornal da Noite estreado ontem

Audiências dia 16 de Novembro

TVI - 29,2%
RTP1 - 25,7%
SIC - 21,2%
Cabo - 19,5%
RTP2 - 4,4%

Programa mais visto do dia: Grande Reportagem SIC agora às segundas conseguiu um share de 29,5% e um rat de 12,1% sendo que ficou colocado em 5.º lugar das 21h-24h
Programa mais visto das 21h-24h: Perfeito Coração com episódio especial não vai além dos 19,5% de share (7,7% de rat). No entanto foi o 3.º programa mais visto do dia do canal logo a seguir à Grande Reportagem SIC e ao Jornal da Noite.
A estreia da nova série Investigação Criminal começou a ser emitida pela meia noite e 38 minutos (00:38). Fez um share de 31,0% e 3,7% de rat.

Novo canal da SIC é o SIC K

O novo canal cabo da SIC vai chamar-se SIC K. Anunciada como uma emissão destinada a um público infantil, o canal também pisca os olhos aos adolescentes. "Factor K" é um dos programas destinados a esta faixa etária.
As negociações só deverão ser fechadas esta semana, mas está tudo a postos na estação de Carnaxide para o arranque em Dezembro do novo canal infanto-juvenil - SIC K - na plataforma Meo. As emissões serão exclusivas do operador durante seis meses.
"Temos uma grande expectativa em relação a este projecto", sublinhou fonte interna da estação, acrescentando que "não é só um canal infantil, também se dirige aos adolescentes". O Meo já possui na sua oferta vários canais destinados aos mais pequenos, e uma solução mista talvez seja a mais-valia da parceria com a Portugal Telecom.
A primeira produção destinada aos pré-adolescentes chama-se "Factor K" e é produzida pela Subfilmes (que fez pelo programa "Pop up", para a RTP2). Trata-se de uma magazine semanal, sobre cultura urbana, que além de abordar temas de música, cinema ou desporto, também irá debruçar-se sobre questões sociais e ecológicas.
Quanto à programação infantil, em declarações anteriores, Luís Marques, director-geral, explicou que a estação teria de recorrer a produtores externos, principalmente estrangeiros por a produção nacional ser "pouca e cara". Porém, o responsável assegurou que pelo menos 10% da emissão será portuguesa.
O responsável pelo canal é Pedro Boucherie Mendes, coordenador dos canais temáticos da estação.
fonte: site JN

16 de novembro de 2009

Jornal da Noite com nova imagem

O estúdio é o mesmo mas este genérico lança o aspecto novo sobre a informação da SIC! Recorde-se que a partir desta semana a informação da SIC Generalista é renovada com o surgimento de novos programas e reorganização de outros programas como é o caso da Grande Reportagem SIC e o Perdidos e Achados. foto: Hugo M Alves

Uma Aventura na Casa Assombrada em Dezembro no Cinema!

Depois de 2 meses de rodagem que começaram a 23 de Junho de 2009 e mais uns quantos em pós produção eis que no início de Dezembro estreia mais uma produção cinematográfica da SIC. Depois dos mais de oito milhos de livros vendidos, dos 51 volumes editados, depois da série de televisão eis que chega ao grande ecrã. Uma Aventura na Casa Assombrada é um projecto de cinema juvenil (apesar de dar para todas as idades) baseado no livro da autoria de Ana Maria Magalhães e da agora Ministra da Educação Isabel Alçada. Realizado por Carlos Coelho da Silva que realizou as primeiras séries para a SIC e produzido pela VC Filmes, Uma Aventura conta a história de um grupo de cinco amigos sendo que os protagonistas são Francisco Areosa, César Brito, Sara Salgado e as gémeas Margarida Martinho e Luís Lopes. Só Francisco Areosa se mantém na série sendo que o resto dos actores dão a sua estreia na Uma Aventura. Além dos cinco aventureiros Sandra Barata Belo (que também entra em Perfeito Coração), Ricardo Carriço, Ana Padrão, Sofia Grillo, Leonor Seixas e Jorge Corrula dão o seu contributo no elenco. «Uma Aventura na Casa Assombrada» é um projecto de grande emoção e espectacularidade, entre falésias escarpadas para o mar, florestas densas que parecem ganhar vida e um segredo perdido nos confins do México do século XVI, rumo a uma casa que esconde tesouros, fantasmas e estranhos desaparecimentos. Na casa assombrada esconde-se o segredo do «Espírito do Mundo», um diamante vermelho de 95 quilates, único no planeta e com poderes mágicos, protegido pelos fantasmas de uma civilização desaparecida há 500 anos. Uma casa, um tesouro, um mistério, mil fantasmas e um grupo de seis jovens destemidos dispostos a tudo para ajudar uma jovem princesa amaldiçoada… numa adaptação que cruza a aventura com a comédia e o fantástico com o suspense.
A não perder em Dezembro no cinema!

Joana Ballaguer grava "Lua Vermelha"

Joana Balaguer, que vai fazer um papel de destaque em "Lua Vermelha", nova novela da SIC (emissora portuguesa que transmite as novelas da Globo), conta que está adorando morar em Lisboa, para onde se mudou em agosto. Ela foi por causa do namorado, o português Bernardo Souza. E, passados os primeiros momentos de adaptação, garante que já se sente em casa.
- Portugal é um país lindíssimo! Estou muito feliz e realizada. Os portugueses são muito gentis e me receberam de braços abertos, me sinto em casa aqui. E Lisboa é uma cidade maravilhosa e muito agradável de se viver. A cada dia que passa, eu conheço um lugar novo e fico mais deslumbrada. É tudo tão bonitinho... Estou com muita saudade da minha familia, mas morar aqui, sem dúvida, está sendo uma experiência ímpar - conta a atriz.
fonte: site GLOBO

SIC Online lidera consumo a partir de casa

Em Setembro de 2009, 1669 mil residentes no Continente com 4 e mais anos acederam a sites de televisão a partir de casa, um valor 19.6% acima do registado no mês precedente e 18.9% acima do verificado no mês homólogo do ano anterior. Neste mês, os resultados do estudo Netpanel da Marktest, a média diária de visitantes destes sites subiu para os 212 mil, mais 23.3% do que em Agosto e mais 11.6% do que o observado no mesmo mês do ano precedente. Neste período, foram visitadas mais de 31,6 milhões de páginas de sites de televisões, uma média de 19 por utilizador. Em páginas visualizadas, observou-se uma subida mensal de 14.5% mas uma descida homóloga de 8.8%.O tempo total de navegação nestes sites subiu para 573 mil horas, uma média de 19 110 horas por dia e de 21 minutos por utilizador. O tempo total de navegação esteve 22.0% acima do observado no mês precedente e 6.2 acima do registado em Setembro de 2008. A SIC online é agora o canal de televisão português mais visitado a partir do lar, com 670 mil utilizadores únicos em Setembro, seguida da RTP online, com 602 mil utilizadores únicos e da TVI online, com 512 mil. No total, estes sites foram visitados por 1147 mil utilizadores únicos, um valor 26.5% acima do registado no mês anterior.Em utilizadores únicos, a SIC online foi a que mais subiu face a Agosto, com mais 55.1% de visitantes. A TVI online cresceu 23.7% e a RTP online subiu 8.1%.A RTP online lidera agora em páginas visitadas, com 5 milhões em Setembro. A SIC online obteve 4121 mil páginas visualizadas, enquanto a TVI online obteve 3186 mil páginas visualizadas.
fonte: Jornal da Madeira

SIC em 1.º lugar e 2 programas no top!

SIC - 25,9%

TVI - 25,6%
RTP1 - 23,0
Cabo - 20,9%
RTP2 - 4,5%



Programa mais visto do dia: Jornal da Noite ficou em 3.º lugar dos mais vistos! Teve um share de 28,4% e rat de 12,1%.
Programa mais visto das 21h-24h: Ídolos ficaram em 5.º lugar da tabela dos programas mais vistos. Teve um share de 33,2% e rat de 11,2%.
Programa menos visto das 21h-24h: Perfeito Coração teve um share de 23,1% e um rat de 9,6%.

15 de novembro de 2009

Perfeito Coração agora à segunda

a seguir à Grande Reportagem SIC

Audiências dia 14 de Novembro

TVI – 30,8%
RTP1 – 21,5%
SIC – 20,9%
Cabo – 18,7%
RTP2 – 8,1%

Programa mais visto da SIC: Perfeito Coração com um share de 23,2% e 7,5% de rat. Ficou em 7.º lugar dos mais vistos. Foi também o programa mais visto do horário da 21h-24h.
Programa menos visto das 21h-24h: Cenas do Casamento com 12,9% de share e 5,3% de rat.
MF Sarilhos em Casa registou um bom share ao alcançar 27,5%!

SIC já está no espírito natalício!

Aqui está a imagem que nos vai fazer companhia durante os próximos 2 meses. O Natal aproxima-se e a SIC já está no espírito natalício!
foto: Hugo M Alves

Raquel Strada ganha programa na SIC Kids

A actriz e apresentadora da SIC é a cara do magazine semanal 'Factor K', um dos formatos da grelha da SIC Kids, canal temático que deverá começar a emitir antes do Natal.
Cultura urbana e lifestyle para um público jovem. É este o ponto de partida do programa Factor K, um magazine semanal, de 22 minutos, que a Subfilmes está a produzir para a SIC Kids. O canal temático - que se junta ao portefólio do grupo Impresa, de Francisco Pinto Balsemão, que já conta com a SIC Notícias, SIC Mulher e a SIC Radical -, deverá arrancar ainda em Dezembro, tal como Zeinal Bava, presidente da PT, anteviu no anúncio da parceria entre os dois grupos, em Julho. Para já, a cerca de um mês do arranque do canal, que será distribuído apenas através do Meo, da PT, Factor K é o único conteúdo da grelha conhecido.
E, segundo apurou o DN, Raquel Strada foi a cara da SIC escolhida para a apresentação do formato. A actriz e apresentadora estreou-se na televisão em 2004, no Diário de Sofia, exibido na RTP. Integrou depois o elenco das telenovelas juvenis da SIC Floribella e Rebelde Way e, durante o Verão, foi uma das apresentadoras de SIC ao Vivo. Actualmente, é uma das repórteres de exteriores do programa de Fátima Lopes, Vida Nova.
"Desde que cool e trendy, tudo cabe neste magazine que pretende ser uma referência para os espíritos jovens informados deste país", explica a produtora em comunicado. Artes, agenda cultura, música, cinema, hot spots, viagens, desporto, moda, design e tecnologias são alguns dos temas em destaque. Mas como nem só de lazer se faz a vida, as questões sociais e ecológicas também serão abordadas.
Entrevistas de rua em que os jovens são convidados a dar a sua opinião sobre as questões na ordem do dia é uma das apostas do formato. Contribuindo para a bagagem cultural de qualquer jovem, o Factor K irá ainda lançar pequenos conteúdos de conteúdo "clássico". Um dos grandes desafios da produção é abordar os temas de formal original, numa época em que os jovens estão sempre ligados à Internet e têm a informação sempre à mão.
Numa fase inicial, o canal temático dirigido por Pedro Boucherie Mendes irá apostar sobretudo em conteúdos internacionais e, tal como Luís Marques, director-geral da SIC, revelou durante o anúncio da parceria com a PT, os custos de grelha do novo canal devem rondar os dois milhões de euros, em linha com os outros dois canais temáticos da SIC.
Foi também em Julho, durante a apresentação à imprensa do acordo entre a SIC e PT para fornecimento de conteúdos na área da televisão e Internet que Zeinal Bava, presidente da PT, afirmou que pretendia dar uma prenda aos portugueses, antevendo o lançamento do canal próximo da quadra natalícia, em vez de ser apenas no início de 2010 como estava estipulado no acordo.
fonte: site DN

Gatos recusam renovar com a SIC

"Vim com a curiosidade de saber o que tinha feito para merecer este prémio. Mas nem por isso fiquei esclarecido", afirmou Ricardo Araújo Pereira após ter sido galardoado com o prémio Arco-Íris, da Associação gay, Ilga.
Ricardo Araújo Pereira foi uma das várias figuras distinguidas, por ter escrito um texto sobre Zezé Camarinha, no qual abordava o "culto da homossexualidade" (‘Visão’) e por ter proposto um "nome alternativo" para o casamento gay, ‘Vrnnnnhiec’.
"O que faço não é para alertar para nada. É para fazer rir as pessoas. O meu material de trabalho são os meus pontos de vista", explica Ricardo Araújo Pereira ao CM. O humorista defende "o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a adopção de crianças por esses casais". E explica que "a capacidade de amar e criar uma criança não deveria ser medida por aquilo que uma pessoa faz no quarto",
Neste momento, Ricardo Araújo Pereira, cujo programa ‘Gato Esmiúça os Sufrágios’, terminou, sendo que o contrato com a SIC acaba este ano, prepara-se para uma pausa no mundo da TV. "É possível que daqui a um ano ponderemos apresentar uma série ou um programa a um canal qualquer. A SIC propôs renovar e nós agradecemos imenso, mas não. Por vontade da SIC o ‘Gato’ não teria acabado. Mas o programa era escrito pelos mesmos quatro que o apresentavam. Era absurdo", diz.
(...)
fonte: CM

14 de novembro de 2009

Informação SIC remodelada!

SEGUNDA-FEIRA - Grande Reportagem SIC
TERÇA-FEIRA - Perdidos e Achados
QUARTA-FEIRA - Histórias do Mundo
QUINTA-FEIRA - Histórias com Gente Dentro
SEXTA- FEIRA - Vencer o Cancro

Afonso Araújo em Lua Vermelha

Depois da participação em ‘Morangos com Açúcar VI’, Afonso Araújo regressa à televisão no papel de Filipe, na série ‘Lua Vermelha’, da SIC. Entre estas duas produções passaram cinco meses. Para Afonso, cujo sonho é ser “mesmo actor”, foi tempo a mais afastado da televisão.
Sobre este novo desafio, Afonso conta: “Estou a adorar. É claro que temos que falar sempre da experiência anterior. ‘Morangos’ foi uma experiência óptima, é uma grande escola. Este projecto é diferente, é muito mais ambicioso. Esta é uma personagem completamente diferente, com um desenrolar diferente e mais influente na história. Já queria um papel assim há muito tempo”. Em relação à personagem conta: “O Filipe é o giraço da história. É o mais conhecido da escola, dá-se com toda a gente e gosta de ajudar os mais fracos. E não é nada convencido”. Afonso apaixona-se pela protagonista e “vai aprender a amar verdadeiramente”, conclui.
ESTREIA: DIANA, A VAMPIRA
Para Merche Romero esta é a sua estreia na representação. A modelo e apresentadora conta que a experiência “está a correr lindamente”. “Está a ser uma grande responsabilidade porque estou a criar uma grande expectativa à minha volta” acrescenta. Para Merche esta “é uma história muito forte e não se vai estar a brincar aos vampiros”.
fonte: site CM

Audiências de dia 13 de Novembro

TVI - 27,7%
RTP1 - 25,9%
SIC - 21,7%
Cabo - 18,6%
RTP2 - 6,1%


Programa mais visto da SIC: Conseguiu entrar para o 5.º lugar dos programas mais vistos do dia com um share de 29,1% e um rat de 11,6%. Falo do Jornal da Noite
Programa mais visto das 21-24h: Jogo de futebol entre o Santa Clara e o Benfica com um share de 24,0% e rat de 9,0%
Programa menos visto das 21-24h: Viver a Vida com share de 17,5% e rat de 4,5%

José Rodrigues dos Santos na SIC

O pivô da RTP José Rodrigues dos Santos é o convidado deste sábado de Daniel Oliveira em "Alta definição", que vai para o ar, na SIC, às 14 horas.
O jornalista da RTP escolheu o a biblioteca do Convento de Mafra para a entrevista em que fala do seu mais recente livro "Féria Divina", de Deus e também de aspectos mais privados da sua vida: do pai e da infância.

Mundial vai trazer audiência à SIC

O apuramento da selecção nacional para o Mundial da África do Sul é esperado com entusiasmo pelos responsáveis da RTP e da SIC. Isto porque com a presença de Portugal no evento, as estações deverão garantir melhores audiências durante o mês da prova (entre 11 de Junho e 11 de Julho).
A RTP é a estação generalista mais dependente do apuramento de Portugal, isto porque como televisão oficial vai emitir 28 jogos do Mundial, além de ter o exclusivo das partidas de Portugal.
"As audiências disparam com os jogos de Portugal e o interesse no evento cresce com a presença da Selecção Nacional", explica André Freire de Andrade, presidente-executivo (CEO) da Carat Portugal. Ao Económico, o gestor diz que durante o evento e nos programas em torno do Mundial (desde antevisão de jogos, directos e comentários) as audiências podem subir entre 20% a 30% devido à presença de Portugal. Manuel Falcão, director geral da Nova Expressão, diz que "a presença de Portugal no Mundial só terá efeito até aos quartos de final", já que a partir desse momento o interesse pela prova e o nível dos competidores fará o resto.
fonte: site Diário de Negócios

13 de novembro de 2009

Histórias Com Gente Dentro continua na próxima semana

Depois de durante os dias de segunda a quinta-feira termos visto Histórias com Gente Dentro esta sexta isso não irá acontecer visto que a SIC transmite o jogo da Taça Pauleta entre o CD Santa Clara e o SL Benfica a partir das 21h15. Sendo assim, o Histórias com Gente Dentro que falta exibir será feito durante a próxima semana. No entanto a SIC ainda não referiu qual o dia em que será exibido! Apenas falta exibir "A Praça"!

Plano Inclinado na SIC Notícias

Este é, provavelmente, o programa necessário numa altura em que as agendas são confusas”, diz Mário Crespo sobre ‘Plano Inclinado’, o programa de actualidade que ocupará as 22 horas de sábado da SIC Notícias.
O moderador terá a seu lado os catedráticos Nuno Crato e João Duque e ainda o ex-ministro das Finanças Medina Carreira. Um painel de luxo que irá dissecar o que se passa no País. Medina Carreira promete “ajudar os portugueses a perceber porque estamos a empobrecer”, enquanto Nuno Crato vai focar-se em temas de “Educação e Ciência” e João Duque diz que “se não mudarmos o curso dos acontecimentos virá um Titanic”.
PAINEL FIXO: APROFUNDAR
Medina Carreira, Nuno Crato e João Duque levarão à antena temas “fora da agenda mediática”, que aprofundará temas do “Portugal real”. É um “programa denunciador de algumas insuficiências”.
fonte: site CM

A homeagem a Pedro Pauleta

Kanguru andou a saltitar! Cuidado!

Bem sei que isto não tem nada a ver com a SIC nem com o que é tratado neste espaço dedicado à SIC mas axei por bem dizer porque é que o blog esteve inactivo ao longo de mais de uma semana. Dia 31 de Outubro saí de Matosinhos (onde moro) e desloquei-me até Trás os Montes para prestar homenagem aos meus familiares! No entanto quando cheguei ao local onde ia ficar instalado verifico que tinha pouco dinheiro na minha net móvel (Optimus Kanguru para quem quer saber - apesar de eles não merecerem publicidade!) e na quarta-feira fui a uma caixa multibanco para recarregar o kanguru com 20€ para ter mais tempo de navegação. Gastado que estava o dinheiro que ainda tinha no kanguru (cerca de 1,40€) o Kanguru aparece-me na net a referir que o serviço estava suspenso. No entanto como sei que tinha cumprido tudo à risca e que tinha carregado a net resolvi tentar mais tarde! Não valeu de nada! Esperei então por domingo (altura em que tinha todos os documentos pertencentes à net móvel (PIN, e essas tretas)) para contactar a Optimus via telefone! Os do serviço de apoio dizem que não receberam o carregamento (!) - achei muito estranho o que se estaria a passar - e pedem que me dirija à loja do Norteshopping. Fi-lo na segunda! Enviam o fax para Lisboa (suponho eu) a dar conta do sucedido! Ontem vieram-me dizer que a SIBS não tinha detectado o carregamento (no entanto eu tinha, tenho e terei na minha posse o talão que comprova o carregamento). Só hoje de manhã me resolveram o problema! Já recebi 4 (quatro) telefonemas desde as 9h até às 12h! Será que virão mais? Aguardo!
Resumindo: A culpa não é minha, a optimus diz que não era deles e portanto... a culpa morria solteira. Axo que foi a minha persistência e já agora a ameaça que iria fazer para o Nós Por Cá para me tentarem resolver o caso! RESOLVIDO!
Aqui fica então, a explicação da desactualização do blog! Muita gente pensava que o blog tinha acabado mas não... para mal de muitos ele continua vivo e bem VIVO! Abraços e beijos a todos!
PS - No total para resolver a situação estive mais de 5 horas ao telefone e mais umas deslocações!