DANCIN' DAYS

estreia SEGUNDA na SIC a novela onde vale a pena sonhar!

ÍDOLOS

Domingo temos músicas do século XXI com os 10 finalistas

BOA TARDE

O talk show das tardes da SIC

ROSA FOGO

Assiste à novela no horário nobre da SIC

FINA ESTAMPA

Já estreou na SIC!

31 de dezembro de 2008

Novo site do "Nós Por Cá"

Sócrates vai à SIC dia 5 de Janeiro

O Primeiro-ministro José Sócrates desloca-se no próximo dia 5 de Janeiro à SIC para uma grande entrevista onde fará o balanço do que se tem passado na actualidade política portuguesa neste que será o primeiro especial informação da SIC em 2009.

BOM ANO 2009!


SIC despede-se de 2008 com Gato e Bárbara

Na SIC, o réveillon irá ser animado pelo humor de ‘Gato Fedorento Deseja um Bom 2010 a Você’. Depois de, em 2007, terem assegurado o fim de ano na RTP com sketches alusivos aos anos 80, Zé Diogo Quintela, Miguel Góis, Tiago Dores e Ricardo Araújo Pereira vão dar um salto no tempo e celebrar a chegada de 2010 na SIC. 'Esperamos uma loucura. Com eles estamos sempre preparados para tudo', comentou Nuno Santos, director de Programas do canal, quando questionado sobre o programa. A transmissão, em directo dos estúdios Valentim de Carvalho, em Paço de Arcos, arranca às 22h30, num auditório com 700 pessoas. Rui Veloso, Perfume, Anjos, Paulo Gonzo e Balla são os convidados musicais deste programa, que será 'o projecto mais arrojado, inovador e divertido' da passagem de ano. Ainda na SIC, o serão vai contar com uma emissão especial de ‘Atreve-te a Cantar’, o novo concurso, que será conduzido por Bárbara Guimarães em 2009.
Este formato, produzido pela CBV, é baseado num original do canal britânico ITV, ‘Who Dares Sings’, e assinala o regresso da apresentadora que conduziu ‘Família Superstar’ em 2007. Em ‘Atreve-te a Cantar’, Bárbara Guimarães desafia a plateia que julga ter jeito para cantar em karaoke e ter boa voz e afinação a provar isso mesmo diante de um computador chamado SAM (Máquina de Análise de Som), que identificará as cinco melhores vozes que irão subir ao palco. Depois, canção após canção, o SAM elege a melhor voz, que conquistará um prémio em dinheiro. 'Vai ser um programa muitíssimo animado, porque há muita gente presente no estúdio e todos têm um microfone na mão. O efeito é muito giro, parece uma festa com todos a cantarem', conta Heitor Lourenço à Correio TV. O actor junta-se a Joana Seixas, Ana Maria Lucas e João Ricardo neste especial de fim de ano de ‘Atreve-te a Cantar’, que em Janeiro terá concorrentes anónimos. O prémio desta edição de estreia reverte para uma instituição.
fonte: site CM

Carla Matadinho nos diários da Taça da Liga

A apresentadora Carla Matadinho vai ser o rosto de ‘Carlsberg Cup – o Magazine’, um novo programa da SIC criado para acompanhar as transmissões da Taça da Liga. O magazine estreia no dia 6 de Janeiro e conta com a prestação da ex-Miss Playboy que vai mostrar os bastidores da competição e outras curiosidades desta competição de futebol.
Em cada programa serão exibidas várias rubricas, com entrevistas a personalidades que falarão sobre esta modalidade e paixão que move multidões.
Carla Matadinho tem 25 anos e tem participado em vários programas de televisão, nomeadamente ‘Maré Alta’, ‘Camilo em Sarilhos’ e ‘Floribella’ (SIC), ‘Tempo de Viver’ (TVI) e ‘Os Contemporâneos’ (RTP 1) .
fonte & foto: CM

Noite de Passagem de ano na SIC

video

30 de dezembro de 2008

Nuno Santos prometeu e cumpriu: SIC em 2.º

Há um ano, Nuno Santos transitava de uma RTP1 com 25,2 por cento de share para uma SIC que pela primeira vez em 15 anos estava na terceira posição dos canais generalistas mais vistos. O ano de 2008 termina agora com a SIC novamente em segundo lugar, com 24,9 por cento de share e com a RTP1 com 23,8 por cento (dados da Marktest até 28 de Dezembro). Sem surpresas, a TVI continua a dominar e reforçou mesmo a sua quota de mercado, com 30,5 pontos de share contra os 29 de 2007. A RTP2 tem 5,6 pontos, uma melhoria em relação a 2007, em que tinha 5,2 pontos.
Na SIC, foi o ano de Zé Carlos, de Momento da Verdade, de Rebelde Way e da Taça de Portugal, de Podia Acabar o Mundo ou de Não Há Crise, mas também do regresso de Roda da Sorte.
(...)
“Este ano todos os olhos estavam postos na SIC”, constata Nuno Santos, director de programas do canal de Carnaxide. “O primeiro objectivo era recolocar a SIC na segunda posição. Está alcançado”. Mas houve verdadeira mudança na televisão? Com uma nova direcção na SIC, “não há nada de extraordinariamente novo”, diz Francisco Rui Cádima, professor na Universidade Nova. Cádima considera que houve um reforço na informação, com continuação anunciada para 2009, o que “faz a SIC reencontrar o seu percurso de origem”. O segundo lugar “é uma vitória”, mas “está tudo por demonstrar na qualidade da oferta, na filosofia e ética de antena e do reencontro do público em 2009. Esse é que será o grande desafio”. Em 2008, um ano “clarificador” para Nuno Santos, a SIC foi a estação mais regular na média anual dos resultados globais do dia e horário nobre (24,9 e 24,2 por cento, respectivamente), mas desde Setembro perde o segundo lugar para a RTP1. Enquanto Cádima dá os “parabéns” a Nuno Santos, Eduardo Cintra Torres, crítico de TV do PÚBLICO, nota que este “cometeu erros graves”, nomeadamente com os títulos que colocou antes e depois do “programa mais importante da estação”, o Jornal da Noite. Nuno Santos assume que parte do seu trabalho este ano foi de reorganização de horários e cumprimento de compromissos herdados da direcção de Francisco Penim, como é o caso de Rebelde Way. E refere que houve “produtos que defraudaram” as suas expectativas, mas também outros que o surpreenderam pela positiva.
(...)
O contexto não é só de crise, como identifica desde logo Nuno Santos, mas também de mudança. Na era da Internet e dos aparelhos DVR, (...) Nuno Santos fala em novos projectos exclusivamente para a net, mas também multiplataformas. E ambos destacam que estão preparados para o desafio tecnológico.
fonte & foto: Público

Novo cenário do "Fátima" a 5 de Janeiro

O arquitecto Jorge Pegebellas assina o cenário que há mês e meio está a ser construído para o programa ‘Fátima’, das manhãs da SIC. No próximo dia 5, Fátima Lopes abrirá 2009 sentada numa esplendorosa cadeira branca e num cenário marcado por uma linha futurista, mas sóbria, com cores abertas e matinais. A primeira emissão do ano será festiva, com muitos convidados, música, humor e um novo hino.
"Estava na altura de mudar. Dois, três anos é quanto dura habitualmente o cenário de um programa da manhã", explica ao CM João Patrício, da Direcção de Conteúdos da Comunicason, produtora do ‘Fátima’. O cenário chegará em módulos ao estúdio onde será posteriormente montado.
Jorge Pegebellas, também autor do cenário do ‘Contacto’, trabalha há vários anos com a Comunicason. "É um profissional com uma linha muito própria. É fácil olhar para um cenário e reconhecer a assinatura do Jorge. Estamos muito orgulhosos, porque o novo cenário do ‘Fátima’ está a ficar muito bonito", conta João Patrício.
Na nova decoração do programa da manhã na SIC ganhará lugar de destaque a cadeira onde Fátima Lopes se vai sentar: "É uma cadeira muito especial, branca e de uma grande elegância. Lindíssima!", revela João Patrício acerca da peça de decoração importada da Galiza .
No novo cenário desaparecerão as fotografias da apresentadora que decoravam o estúdio desde a estreia do ‘Fátima’ (a 24/11/05). Fátima Lopes reaparecerá com o mesmo visual e uma preocupação redobrada com o guarda-roupa, dado a gravidez avançada.
MAIS DADOS
ÁRVORE DAS PATACAS
A 1.ª emissão terá duas edições do jogo. Ao valor obtido por cada participante acrescem mil euros.
CONVIDADOS
Tony e Mikael Carreira, Marco Paulo, Emanuel e Tayti.
fonte: site CM

SIC e RTP1 taco-a-taco

Depois do Natal, a SIC ficou de novo à frente da TVI na média diária de domingo. Na soma do ano, está à frente da RTP1 e apenas uma décima a separa da estação pública no balanço deste mês; que ainda não terminou.
A estação de Carnaxide pode estar a recuperar da quebra dos últimos meses. Anteontem, voltou a ficar à frente da TVI no total do dia, com uma quota de audiência ("share") de 30,7%. Mesmo tendo a estação de Queluz colocado um programa seu no topo da lista dos mais vistos. "Uma canção para ti" conseguiu captar mais de metade (50,2%) dos que àquela hora viam televisão, um resultado que normalmente pertence às grandes partidas de futebol.
Então, como se explica que a SIC tenha ficado à frente? É que nove dos dez programas mais vistos do canal captaram mais de um terço da audiência. E a homogeneidade destes resultados permitiu que a soma do dia fosse a mais alta.
Já na véspera e dia de Natal a estação tinha conseguido ultrapassar a TVI desta forma. Também nos dias 6 e 14 de Dezembro, o canal de Balsemão tinha liderado e no dia 21 tinha empatado (27,9%) com a estação dirigida por José Eduardo Moniz.
Ontem, segundo dados da Mediamontor - do grupo Marktest -, o canal do grupo Impresa estava em segundo lugar no balanço do ano com 24,9%. Atrás da TVI (que regista 35,8%) mas a distanciar-se da RTP1 (23,8%) para quem tinha perdido os balanços mensais desde Setembro. No mês de Dezembro, a diferença para a estação pública (25,6%) - e para a posição do meio nos canais generalistas - é de uma décima.
Os resultados de hoje e amanhã vão ser decisivos para estas duas estações. Principalmente na noite da passagem de ano (ver caixa), em que todas jogam os trunfos. A RTP1 aposta em Catarina Furtado, a SIC coloca os "Gato fedorento" a animar a noite e a TVI terá Júlia Pinheiro e Manuel Luís Goucha como anfitriões.
Mesmo sendo uma data em que muitos optam por sair de casa, no ano passado os três canais registaram no dia 31 de Dezembro uma média estimada em dois milhões, 230 mil espectadores. Um número que mesmo não sendo muito elevado não é de todo de desprezar.
Em 2007, a emissão preferida do público foi a da TVI, com a final de "Cantando e dançando por um casamento de sonho" . Seguiu-se a da RTP1 com os "Gato fedorento" e a SIC com o desfecho de "Família superstar".
fonte: JN

29 de dezembro de 2008

Zé Carlos > Best of Tumba

  • Encontros Imediatos
  • Os Donos da Bola
  • Big Show SIC
  • O Meu Nome é Agata
  • A Ganhar É que a Gente se Entende
  • O Nível
  • O Comentário Desportivo de... José Diogo Quintela
  • SIC na vanguarda da Informação
  • Muita Lôco
  • Programa do Além
  • Fátima Lopes
  • Na Casa do Toy

Mais uma semana sem futsal

Este fim-de-semana vai ser o terceiro consecutivo sem transmissão televisiva na SIC. Depois de não ter havido transmissão no Instituto D. João V - Sporting e na passada jornada da 1ª Divisão, esta semana volta a verificar-se o mesmo. O jogo pretendido para a transmissão em directo na SIC era o Benfica - Belenenses mas dado o jogo estar marcado para domingo e a SIC referir que os jogos de Futsal em directo na Tv são às 15 horas de sábado, volta a não haver difusão.
Assim só há a possibilidade de o jogo ser transmitido em directo pela Benfica Tv caso seja essa a pretensão do clube encarnado. A SIC e a Federação Portuguesa de Futebol vão reunir-se no dia 7 de Janeiro, no intuito de resolver a questão das tansmissões televisivas.
fonte: SCN

SIC ganha o dia de ontem com diferença de 0,3%

Contratos dos actores de "Rebelde Way" terminam no fim deste ano

A novela juvenil da SIC tem os dias contados. Ainda que vá permanecer no ar até meados de 2009, as gravações terminam em breve; uma vez que os contratos dos profissionais envolvidos expiram a 31 de Dezembro.
"Rebelde way" foi lançada no último Verão como uma das grandes apostas de Carnaxide e havia muita expectativa relativamente à conquista de um espaço próprio junto do público. Afinal, "Morangos com açúcar", a sua concorrente, foi inspirada no original argentino "Rebelde".
Agora, tudo aponta para que não haja continuidade da série. Joana Anes, que interpreta "Mia", uma das protagonistas, confirmou que "está previsto que as filmagens terminem no final deste mês". Até porque, nessa data, finda o vínculo contratual da equipa.
"É sempre triste acabar um projecto", afirmou. No entanto, o balanço que faz é positivo: "Cresci muito enquanto actriz". Interrogada sobre as fracas audiências, - a média de quota de espectadores pouco ultrapassa a barreira dos 20% - disse não se sentir defraudada. "A recepção que temos na rua é muito boa. O importante é que as pessoas que vêem gostem".
O crítico de televisão Eduardo Cintra Torres atribuiu o fim prematuro de "Rebelde way" ao facto de esta "não gerar receitas". Além disso, em seu entender, "é inferior à concorrência que está firmemente estabelecida".
Outra opinião é a de Atílio Riccó, não fosse ele o realizador da novela, que, curiosamente, assegurou a primeira série de "Morangos com açúcar". "'Rebelde' está a cumprir o objectivo gizado e tem um público constante", garantiu.
Tendo em conta "que está há menos tempo no ar do que aquilo que ainda vai estar, tudo pode acontecer". O realizador acredita que "quando a banda da novela explodir" o produto "terá um potencial de crescimento imenso". Não considera "Morangos" superior a "Rebelde", admitindo, todavia, que "há hábitos que estão inculcados" e "uma máquina de 'merchandising' difícil de se quebrar". Defendeu que "Rebelde" se deveria "bater" com "Morangos", em faixa horária análoga.
Confrontado com um hipotético elitismo associado à história, discrepante das referências lusas, salientou que se trata de "ficção, logo procura-se um diferencial face à realidade". Quanto à contingência de este ser um conteúdo pouco acarinhado pela direcção de Programas da SIC - recorde-se que "Rebelde Way" é uma herança da era de Francisco Penim - Atílio Riccó sublinhou que "Nuno Santos lançou a novela como se fosse filha própria", apesar dos vários adiamentos a que esteve sujeita a sua estreia.

fonte: JN

28 de dezembro de 2008

"Zé Carlos" - os mais vistos da Net

  • Pino e Lino
  • Banco Jorge Miguel
  • Cavaquinho
  • Paulo Bento
  • Publicidade sobre o Magalhães
  • Eco Aldrabão
  • Pikenas e Médias Empresas
  • Avaliação dos Professores
  • As Aventuras do Valentimtim
  • Magazine Económico
  • Entrevista a Pedro Santana Lopes
  • TVI 24
  • Momento da Verdade Socialista
  • As casas da Câmara de Lisboa
  • Louvado Sejas Magalhães

SIC já começa a divulgar estreias

A SIC já começou a divulgar algumas das alterações que vai fazer na grelha de programação a partir do início do próximo ano. As tardes vão ser reforçadas com a mais recente telenovela da Globo, 'Três Irmãs', e o concurso 'A Roda da Sorte' dá lugar a um alargado 'Nós por Cá"
Três Irmãs, a mais recente produção da Globo, estreia-se em Portugal, na SIC, no dia 5 de Janeiro, uma das alterações já anunciadas pela estação de Carnaxide nas grelhas de programação para 2009. Esta telenovela, que começou a ser emitida no Brasil a 15 de Setembro, no horário das 19.00, não tem tido o êxito pretendido. Não falta nenhum ingrediente de sucesso: o enredo é interessante, há mulheres bonitas e actores igualmente atraentes, os cenários são paradisíacos - muitas das filmagens foram feitas em praias da Indonésia -, o director é o prestigiado Antonio Calmon, de Top Model e Cara & Coroa, e conta com o padrão de qualidade da Globo. As protagonistas femininas são as atraentes Giovanna Antonelli, Alma, Carolina Dieckmann, Suzana, e Cláudia Abreu, Dora, três irmãs que vivem na paradisíaca vila de Caramirim. É aí que conhecem três surfistas, Bento (Marcos Palmeira), Gregg (Rodrigo Hilbert) e Eros (Paulinho Vilhena), formando os três pares românticos, que lutam contra tudo e contra todos para ficarem juntos. E conta ainda com as experientes Regina Duarte (Virgínia, mãe das três irmãs), Maitê Proença (Walquíria, mãe de Eros) e José Wilker (Augusto), o marido-fantasma de Virgínia. No Brasil, a estreia alcançou 33 pontos de Ibope, o sistema usado no Brasil, onde cada ponto de Ibope corresponde a 55 mil espectadores em São Paulo, e com base nesses valores estima-se o resto de audiência para todo o Brasil. A Globo estabeleceu uma meta ambiciosa: chegar aos 40 pontos. Mas, ao atingir o 50.º capítulo, a telenovela estava com apenas 26 pontos. Embora acima das concorrentes no mesmo horário, este é um dos piores desempenhos de uma telenovela das 19.00 da Globo. Beleza Pura, a anterior, estava com 28 pontos ao 50.º capítulo.No entanto, os críticos de televisão consideram que o problema não está nesta telenovela, em particular. O que se passa é que as telenovelas estão a atrair cada vez menos público. E lembram que vão longe os tempos em que as telenovelas das 19.00 alcançavam mais de 40 pontos no Ibope. Hoje o grande desafio é não ficar abaixo dos 30 pontos. Resta saber como vai ser acolhida pelo público português esta nova aposta da SIC.
fonte: site DN

Diz-se que os Gatos dizem adeus após o termo do contrato com a SIC (fim 2009)

O programa dos Gato Fedorento na SIC, ‘Zé Carlos’, termina no dia 31, com o especial de Fim-de-Ano e um sketch contra a crise, com dois burros, um táxi humano e telefone de lata. O grupo só regressa a esse canal em Outubro de 2009 e, após o final desse ano, os ‘Gato’ querem deixar de assinar contratos na TV.
É Ricardo Araújo Pereira quem o revela ao CM: "Nós, agora, temos um contrato com a SIC de dois anos, que se prolonga até ao final de 2009 e, em princípio, depois dessa data não teremos um contrato com nenhuma estação de televisão. Após 2009, vamos para os nossos lares."
"Se nos apetecer, faremos uma série de alguns episódios. Mas será algo esporádico. Vamos supor que, em 2013, temos uma ideia e fazemos uma minissérie de seis episódios. O fundamental é ser esporádico", explica o humorista.
O especial de Fim-de-Ano, que irá para o ar às 22h30 de dia 31, na SIC, consiste, segundo Ricardo Araújo Pereira, "na passagem de 2008 para 2010, para poupar os portugueses do ano da crise". E antecipa: "Vamos fazer uma retrospectiva do que foi 2009. Temos uma máquina do tempo, para todos verem que não perderam nada. Teremos também convidados musicais. Nacionais. É uma coisa muito pelintra, justamente por causa da crise. Mas com muita qualidade!"
O humorista revela: "É um programa para duas horas ou, melhor dizendo, de um ano e duas horas. Começa no dia 31 de Dezembro de 2008 e acaba no dia 1 de Janeiro de 2010. "A SIC ainda não sabe disto. São horas extraordinárias que iremos receber!", graceja Ricardo Araújo Pereira.
fonte: CM

27 de dezembro de 2008

Já há separador de "Nós por Cá" - estreia a 5 de Janeiro

foto: sicblog

Destaques do Episódio Especial

Foi para o ar à minutos o último "Episódio Especial" deste ano 2008. Mais uma vez houve um intercâmbio Brasil, Portugal isto porque Ricardo Pereira continua a apresentar o programa do outro lado do Atlântico.
O que se passou hoje no programa?
  • Bastidores do "Herman Circo"
  • vários blocos com as gaffes dos actores da Globo
  • Bastidores da novela "Três Irmãs" que estreia a 5 de Janeiro
  • o que se vai passar no "Gato Fedorento deseja um bom 2010 a você"
  • vários blocos com as gaffes dos actores da Globo
  • bastidores do especial "Atreve-te a Cantar" que vai para o ar dia 31.Dezembro
  • Bastidores do especial natal de "Vip Manicure"
  • Bastidores do especial "Anjo da Guarda" transmitido no passado sábado

Para o ano há mais...

Margarida Barreiras no "Episódio Especial"

Fazia parte da equipa do "Só Visto" da RTP 1 depois de ter apresentado o programa Quiosque da antiga 2:. Foi Daniel Oliveira que a chamou para fazer parte da equipa do programa da RTP1.
Depois de se ter transferido da RTP para a SIC Daniel Oliveira trouxe caras de outros canais como é o caso de Catarina Morazzo entre outras.
Agora foi Margarida Barreiras a transferida da RTP para a SIC directamente para o "Episódio Especial". A sua primeira reportagem ao serviço do programa foi os bastidores do "Herman Circo".
Sê bem-vinda Margarida à SIC!

"Gato Fedorento deseja um bom 2010 a Você"

Na SIC, o réveillon irá ser animado pelo humor de ‘Gato Fedorento Deseja um Bom 2010 a Você’. Depois de, em 2007, terem assegurado o fim de ano na RTP com sketches alusivos aos anos 80, Zé Diogo Quintela, Miguel Góis, Tiago Dores e Ricardo Araújo Pereira vão dar um salto no tempo e celebrar a chegada de 2010 na SIC. 'Esperamos uma loucura. Com eles estamos sempre preparados para tudo', comentou Nuno Santos, director de Programas do canal, quando questionado sobre o programa. A transmissão, em directo dos estúdios Valentim de Carvalho, em Paço de Arcos, arranca às 22h30, num auditório com 700 pessoas. Rui Veloso, Perfume, Anjos, Paulo Gonzo e Balla são os convidados musicais deste programa, que será 'o projecto mais arrojado, inovador e divertido' da passagem de ano. Ainda na SIC, o serão vai contar com uma emissão especial de ‘Atreve-te a Cantar’, o novo concurso, que será conduzido por Bárbara Guimarães em 2009.
Este formato, produzido pela CBV, é baseado num original do canal britânico ITV, ‘Who Dares Sings’, e assinala o regresso da apresentadora que conduziu ‘Família Superstar’ em 2007. Em ‘Atreve-te a Cantar’, Bárbara Guimarães desafia a plateia que julga ter jeito para cantar em karaoke e ter boa voz e afinação a provar isso mesmo diante de um computador chamado SAM (Máquina de Análise de Som), que identificará as cinco melhores vozes que irão subir ao palco. Depois, canção após canção, o SAM elege a melhor voz, que conquistará um prémio em dinheiro. 'Vai ser um programa muitíssimo animado, porque há muita gente presente no estúdio e todos têm um microfone na mão. O efeito é muito giro, parece uma festa com todos a cantarem', conta Heitor Lourenço à Correio TV. O actor junta-se a Joana Seixas, Ana Maria Lucas e João Ricardo neste especial de fim de ano de ‘Atreve-te a Cantar’, que em Janeiro terá concorrentes anónimos. O prémio desta edição de estreia reverte para uma instituição.
fonte: CM

SIC lidera na quadra natalícia

A melhor prenda deste Natal foi conquistada pela SIC, que deixou para trás a TVI e a RTP ao posicionar-se no primeiro lugar da tabela de audiências com 29,8% e 32,8% de share nos dias 24 e 25, respectivamente. O cinema, e também a novela ‘Feitiço de Amor’, no caso da TVI, foi o prato forte da oferta das duas estações.
Satisfeito com a proeza da SIC, que se revelou 'a estação preferida dos portugueses', está Nuno Santos, director de Programas, que justifica, assim, a liderança natalícia: 'Acho que isso reflecte uma boa oferta, coerente, adaptada aos gostos dos públicos e que foi bem comunicada.'
Nuno Santos considera que os números obtidos nas tabelas de audiência na véspera de dia de Natal são 'um estímulo'. 'Mas já estamos a pensar no dia de amanhã. Ontem, passou!', conclui o director de Programas da SIC já projectado nas grelhas de 2009.
Filmes como ‘Pular a Cerca’ e ‘As Crónicas de Nárnia’ ajudaram a estação de Carnaxide a destacar-se. No dia de Natal, um especial de ‘Tá a Gravar’, apresentado por Pedro Miguel Ramos e Carolina Patrocínio, arrebatou o segundo lugar na tabela de audiências. O programa foi visto por 1 275 000 espectadores.
Em segundo lugar na tabela ficou a TVI, com 29,3% de share, no dia 24, e 30,4%, no dia 25. Na grelha de programação sublinha-se o desempenho da novela ‘Feitiço de Amor’, que na noite da Consoada foi vista por 1 067 900 telespectadores e obteve um share de 43,4%, registando uma audiência média de 11,3%.
No dia de Natal, a estação de Queluz apostou na ficção nacional e ‘Feitiço de Amor’ voltou a liderar a tabela de audiências com 41,3% de share. A novela de horário nobre foi seguida por 1 366 100 espectadores e registou uma audiência de 14,4%.
A RTP 1, que nos horários-nobre dos dias 24 e 25 apostou em produções nacionais como ‘Ceia de Natal’, com José Bento dos Santos, e ‘A Minha Geração’, com Catarina Furtado, ficou-se por 23,1% de share, no dia 24, e 20,4%, no dia de Natal.
'RESULTADOS OPTIMISTAS'
'Estes resultados são muito optimistas e constituem uma motivação acrescida para fazer mais e melhor', comenta ao CM Pedro Miguel Ramos, num intervalo de ‘Tá a Gravar’. Satisfeito com o share de 39,1% e uma audiência de 13,5% obtidos pelo especial que apresentou com Carolina Patrocínio no dia 25, Pedro Miguel Ramos diz que o resultado denota a preocupação de 'ir ao encontro do que as pessoas desejam ver em prime time'. Para o apresentador, os 'mais de mil vídeos' recebidos por dia são um indicador da aceitação do ‘Tá a Gravar’.
TVI LIDERA ANO DE 2008
Pelo quarto ano consecutivo, a TVI, grupo Media Capital, será a estação líder das audiências em Portugal, com uma quota anual de 30,5% (segundo dados da Marktest até dia 25 de Dezembro). O canal dirigido por José Eduardo Moniz , que em 2007 se tinha ficado por 29%, voltou a subir este ano. A SIC registou 24,8% de share, a RTP 1 23,8% e a RTP 2 5,6%.
fonte CM

26 de dezembro de 2008

Genérico das "Cenas do Casamento"

video

fonte: bloomgraphics.tv

Assista à passagem de ano com o Gato Fedorento

O SIC Blog tem vindo a receber inúmeros e-mails onde os espectadores da SIC querem saber como podem ir assistir ao Gato Fedorento deseja um bom 2010 a você. Para o fazer terá se enviar um e-mail para gatofedorento@producoesficticias.pt. Deixe os seus contactos e espere por uma resposta!

Último Episódio da "Rebelde Way" já foi gravado

No dia 23 de Dezembro foi gravado o último episódio da 1ª, e talvez única, temporada de rebelde Way. Foi com grande emoção que o elenco e toda a equipa se despediram deste projecto de 1 ano. Não há informações sobre a continuação da Banda, mas já foi demonstrado interesse da parte das vozes femininas.Resta-nos esperar por mais informações sobre a 2º Temporada, lembrando que segundo o director de actores "Está tudo em suspenso".
Apesar do fim das gravações o fim da 1º temporada só irá para o ar no Verão de 2009.
fonte: rebeldeway.pt.vc

SIC lidera no dia de Natal

25 de dezembro de 2008

ERC não dá razão aos queixosos acerca do sketch "Louvado Sejas ó Magalhães"

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social defendeu esta terça-feira a liberdade de programação a propósito do sketch "Louvado sejas ó Magalhães" dos Gato Fedorento, que originou 122 queixas ao organismo por parte de telespectadores.
"O conselho regulador da ERC decidiu hoje, por unanimidade, não dar razão às 122 participações contra a SIC por motivo da emissão do sketch 'Louvado sejas ó Magalhães', no programa 'Zé Carlos', da autoria dos Gato Fedorento", refere um comunicado divulgado hoje pelo organismo.
O conselho considera que o sketch em causa "consiste numa sátira humorística, cuja compreensão ocorre num enquadramento lúdico, pressupondo uma interpretação simbólica e não literal da mensagem, sendo que a crítica nela contida se dirige ao Governo e não a qualquer instituição da Igreja".
Para a ERC, num Estado de Direito democrático, "a religião não é um campo vedado à sátira humorística, sem prejuízo de a evocação de elementos religiosos feita naquele sketch poder perturbar ou até chocar algumas pessoas".
O conselho regulador da ERC afirma não lhe competir pronunciar-se sobre o "bom ou mau gosto dos programas", pelo que decidiu não dar provimento às participações, já que não se verifica "a existência de qualquer referência susceptível de extravasar os limites à liberdade de programação, nem tendo sido ultrapassados os limites da liberdade de expressão e de criação artística".
fonte: site JN

24 de dezembro de 2008

SIC online deseja as boas festas


Rodrigo Guedes de Carvalho é o pivô de serviço

Rodrigo Guedes de Carvalho, da SIC é o pivô que vai apresentar o noticiários das 20.00, hoje, véspera de Natal, ao mesmo tempo que a maioria das pessoas convive em família e janta o tradicional bacalhau.
"Na véspera de Natal as pessoas estão com outro espírito na redacção", começou por dizer ao DN Rodrigo Guedes de Carvalho, que vai apresentar o Jornal da Noite da SIC mais logo. "Já trabalhei neste dia inúmeras vezes e o que se pensa sobre isso é que tem de ser... É como trabalhar nos hospitais e nos aeroportos. (risos). Há determinadas profissões que são mesmo assim. Mas há um ambiente diferente, até na cantina da SIC servem melhor. Há um espírito muito porreiro", contou. E como é apresentar notícias na véspera de Natal? "Isso é completamente igual. Quando se está a trabalhar concentramo-nos no que fazemos e nem se pensa muito que é Natal. Ainda assim é complicado dar notícias trágicas, como foi a do tsunami há quatro anos, apesar de não ter sido na véspera de Natal nem no dia 25. Foi a 26, mas as pessoas ainda estavam a viver o espírito natalício", recordou.Já no dia 25 há uma tradição que se tem mantido: "Todos os anos, o Dr. Balsemão vem à SIC com um bolo-rei e confrateniza connosco. Penso que é um gesto que ele faz questão de cumprir", revelou Rodrigo Guedes de Carvalho.
Amanhã, o Primeiro Jornal, da SIC, por Bento Rodrigues.
fonte: DN

SIC desafia escolas a produzirem reportagem

“Portugal visto por nós” é o novo projecto educativo da SIC dirigido aos alunos do 3.º ciclo e do secundário, desafiando-os a produzir, num minuto e meio, histórias sobre a sua terra, família, escola ou país, em formato vídeo.
Os critérios de selecção dos trabalhos passam pela “criatividade” e “reflexão que possam provocar” sendo os melhores premiados com a transmissão numa das plataformas da SIC e equipamentos de vídeo. Os grupos devem ser compostos por três a seis elementos e fazer-se acompanhar por um professor.
Através do seu site, a estação de Carnaxide esclarece dúvidas do ponto de vista técnico, relacionadas com a construção jornalística das imagens e fornece toda a informação para os alunos se candidatarem.
As inscrições estão abertas até ao dia nove de Janeiro e a entrega dos trabalhos deverá ser feita até 15 de Abril.
fonte: site JN

UEFA Europe League

A partir de 2009, já não haverá lugar à denominação de Taça UEFA, pois esta vai mudar de nome, assim como de modelo competitivo. Criada desde a época 1971/1972, esta competição será agora designada como UEFA Europa League, na temporada 2009/2010, e tentará seguir o modelo competitivo da Liga dos Campeões. Desta forma, esta prova terá agora uma fase com 48 equipas. A fase de grupos terá 12 grupos, com quatro equipas em cada um. Os dois primeiros classificados de cada grupo são apurados para a fase a eliminar, onde vão ter a companhia das oito equipas que terminarem no terceiro lugar da fase de grupos Liga dos Campeões. A fase eliminatória, com 32 equipas e quatro jornadas, vai dar origem à final, disputada num único jogo e em campo neutro. Vão realizar-se quatro pré-eliminatórias em vez das actuais duas, com um aumento no número de participantes, como resultado da incorporação de lugares pertencentes à Taça Intertoto, que vai terminar.
Este novo formato irá apostar na imagem de um patrocinador, numa bola exclusiva, assim como a existência de um patrocínio centralizado a partir das eliminatórias, novo logótipo e uma nova identidade visual serão algumas das novidades.Uma das mais notáveis será os horários dos jogos, que ficarão estipulados para as 18:00h ou 20:05h, de quinta-feira, abrindo-se a excepção de quando a semana for inteiramente dedicada a esta competição, jogando-se igualmente à quarta-feira.
Estes horários a muito se devem às transmissões televisivas, que em Portugal já foram garantidas pela SIC.
fonte: SCN

22 de dezembro de 2008

Herman Circo: os melhores momentos

video

Vip Manicure especial NATAL

As escultoras de nails mais famosas de Portugal actuam hoje no CNEMA de Santarém ao vivo para o país e para o Mundo. Maria Delfina e Denise de Magalhães estarão em directo na SIC a seguir ao "Jornal da Noite" para um "VIP Manicure" especial Natal.

Boas festas da SIC!

video

Gato Fedorento viaja a 2010

No réveillon do ano passado os Gato Fedorento, na RTP1, fizeram todo o programa regressando aos anos 80. Este ano, na SIC, os quatro humoristas vão avançar no tempo, entrando directamente em 2010. E se há pouco menos de um ano o programa foi feito no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, com 8000 pessoas, dentro de uma semana vai ser transmitido em directo dos Estúdios Valentim de Carvalho, em Paço d'Arcos (concelho de Oeiras), com 700 pessoas.
O especial com o nome Gato Fedorento Deseja Um Bom 2010 a Você vai estar no ar cerca das 22.30, de dia 31, e terá a participação entre outros de Rui Veloso e dos Perfume, dos Anjos, de Paulo Gonzo e dos Balla. A direcção de programas da SIC garante, em comunicado, que este será o projecto mais arrojado, inovador e divertido da passagem de ano. "Esperamos uma loucura, com eles estamos sempre preparados para tudo", disse Nuno Santos. Já para os Gato, "é importante saltar o ano da crise mas para a coisa ser bem feita devia-se saltar uma década". Os Gato acham ainda que "a 31 de Dezembro de 2008 podem dar à SIC uma das vitórias de 2009. "Depois deste programa, os Gato Fedorento vão de férias, não estando previsto o seu regresso à antena da SIC antes de Abril.
Na SIC a noite de passagem de ano tem ainda uma edição especial do programa Atreve-te a Cantar, apresentado por Bárbara Guimarães. Neste especial vão participar nomes como Joana Seixas, Heitor Lourenço, Ana Maria Lucas, ou João Ricardo.
fonte: DN

Gato na festa do ano novo

Ricardo Araújo Pereira, Zé Diogo Quintela, Tiago Dores e Miguel Góis vão apresentar um programa especial, em directo na SIC, na noite da Passagem de Ano.
Intitulado ‘Gato Fedorento deseja um bom 2010 a você’, o programa vai para o ar às 22h30 de dia 31 e será dedicado à actualidade com os habituais sketches de humor e promessas de levar os portugueses a "fazer uma viagem no tempo".
"É importante saltar o ano da crise, mas para a coisa ser bem feita devíamos saltar uma década", explicam os ‘Gato Fedorento’. Nessa noite, o quarteto de humoristas recebe ainda em estúdio um naipe de convidados especiais, como Rui Veloso, Perfume, Anjos, Paulo Gonzo e Balla.
Na noite da Passagem de Ano, a SIC exibe ainda uma edição especial do novo programa ‘Atreve-te a Cantar’, apresentado por Bárbara Guimarães, onde vão participar Joana Seixas, Heitor Lourenço, Ana Maria Lucas e João Ricardo.

20 de dezembro de 2008

Natal "rebelde" em Rebelde Way

Nestas férias de Natal, ‘Rebelde Way’ (SIC) promete surpreender com cenas de sexo e traição entre alunos, a exibir nos próximos dias. "É sugerido que as personagens se envolvem sexualmente, mas, sendo uma produção juvenil, obviamente que não haverá cenas de sexo explícito, apenas algumas posturas corporais e uma cena em lingerie", revela ao CM Heitor Lourenço.
O director de actores da série adianta ainda que "as gravações terminam este mês" e não sabe se haverá uma segunda temporada. "Está tudo em suspenso", afirma.
As situações mais ousadas passam-se na mapoteca, sempre com o mesmo actor, ‘Salvador’ (António Pedro Lima), que está dividido entre a namorada, ‘Paula’ (Inês Aires Pereira), filha do director do Prestige – que ele convence a tirar a roupa e a ficar em lingerie, mas que não vai além disso – e ‘Vitória’ (Joana Santos), com quem faz amor. "No fundo, é um pouco a cena do beijo técnico. Há uma coreografia entre os actores e as câmaras. Ou seja, aquilo que é sugerido é muito mais forte do que, propriamente, o que é mostrado", explica.
Heitor Lourenço sublinha que "o realizador e, às vezes, os próprios actores pedem para só estarem presentes as pessoas estritamente necessárias a essas cenas mais ousadas".
CURIOSIDADES
FINAL COM MAIS MÚSICA
O final da série juvenil ‘Rebelde Way’ será "em grande e com muitas músicas novas e espectáculos da banda RBL", adianta Heitor Lourenço.
NOVO SITE NA SÉRIE
O site de ‘Rebelde Way’ tem uma nova imagem, com muitas novidades sobre a série e uma área de jogos. O novo design enquadra-se nos episódios natalícios.
NO AR ATÉ AO VERÃO
Embora as gravações de ‘Rebelde Way’ acabem este mês, a série continua no ar até ao Verão.
fonte: CM

SIC termina o ano em 2.º

A SIC vai garantir a segunda posição na média das audiências do ano, com cerca de 24,8% de share. A TVI continuará em primeiro, enquanto a RTP 1 cairá para terceiro, seguida da RTP 2.
A TVI, dirigida por José Eduardo Moniz, deverá acabar o ano com um share próximo dos 30,6%, segundo dados da Marktest, até 17 de Dezembro. O valor, que lhe garante a liderança pelo quarto ano consecutivo, é superior ao registado em 2007, 29%. "Os resultados mostram a preferência dos telespectadores. O ano está ganho, havendo um reforço na posição", diz ao CM Monteiro Coelho, porta-voz da TVI.
A SIC, que nos últimos quatro meses caiu para a terceira posição, irá garantir o segundo lugar na média do ano, com um share aproximado de 24,8%. O número, contudo, é inferior ao do ano passado (25,1%), quando Francisco Penim assumia a direcção de Programas. Em Janeiro, foi substituído por Nuno Santos. Já em Março, durante a apresentação dos resultados de 2007, Francisco Pinto Balsemão, presidente da Impresa, disse: "Este ano estou mais preocupado em ganhar o primeiro lugar do que em não perder o segundo". Contactada pelo CM, a SIC prefere não comentar as audiências.
Na RTP 1, foi José Fragoso quem dirigiu a programação. Apesar da tendência de crescimento manifestada desde Setembro, a estação pública ficará em terceiro na média anual, com 23,8% de share, face aos 25,2% do ano passado, quando Nuno Santos estava à frente da grelha. Fragoso diz ao CM estar "satisfeito com o reconhecimento do público", mas lembra que "as audiências não são uma obsessão".
Também na RTP 2 a tendência tem sido para subir. O canal dirigido por Jorge Wemans registou 5,2% de share em 2007 e 5,6% em 2008.
TAÇA UEFA ASSEGURADA PELA SIC E SPORT TV
A SIC adquiriu os direitos de transmissão da Taça UEFA para o período 2009/2012. O acordo, celebrado ontem em Genebra, permite à estação de Carnaxide emitir em sinal aberto um total de 45 jogos, ou seja, 15 em cada época. Em comunicado, a SIC diz que "este acordo é uma peça importante na sua estratégia de programação para 2009, já que o futebol é um instrumento de agregação de públicos e de captação de receitas". A Sport TV também renovou o contrato com a UEFA e irá garantir a transmissão, na TV Cabo, de 190 dos 205 jogos de competição por época. Esta competição europeia terá a partir de 2009/2010 o recurso à tecnologia de alta de definição (HD).
O MELHOR E O PIOR MÊS REGISTADO PELO CANAL
Para a SIC, Maio foi o mês em que atingiu o seu valor máximo (26,6%), marcando também o início da sua quebra. Inversamente, em Setembro registou o pior share (23,1).
fonte: CM

19 de dezembro de 2008

As boas festas da SIC

video

João Reis não tem "fetiche por vilões"

Emídio tem uma grande capacidade para manipular as pessoas. É um homem perigoso, sem escrúpulos.
Além disso, é um conquistador nato', afirma João Reis, sobre o advogado que interpreta na novela ‘Podia Acabar o Mundo’, da SIC. 'Está a ser um grande desafio, uma vez que estou mais acostumado a interpretar papéis de bonzinho. Contudo, ao contrário de muitos dos meus colegas, não tenho qualquer fetiche por vilões. Tudo depende do guião e das características do papel', acrescentou à Correio TV.
Feliz por estar de volta à SIC, 11 anos depois de ter participado na sitcom ‘Queridos Doutores’, onde contracenava com Sofia Alves e Cristina Carvalhal, João Reis admite que 'já tinha saudades de fazer televisão' e disse apreciar o facto de ‘Podia Acabar o Mundo’ deixar em aberto o futuro das personagens.
REGRESSO AO TEATRO > 'SOU UM ACTOR LIVRE'
No próximo ano, João Reis vai encenar a sua primeira peça de teatro, onde irá dirigir a mulher, Catarina Furtado. 'Em 2009 vou estrear-me como encenador no Teatro Maria Matos. Será uma peça de um autor australiano', adiantou o actor, que prefere não assinar contratos de exclusividade para poder fazer projectos vários. 'Sou um actor livre.'

SIC não transmite futsal este fim-de-semana

A SIC não vai transmitir amanhã o jogo de futsal entre o Tires e o Benfica, da 12ª jornada do Campeonato Nacional da I Divisão da modalidade, alegando falta de condições técnicas para o fazer. O canal de televisão comunicou ontem à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) “não estar em condições” de transmitir o jogo, que se disputa no complexo desportivo de São Domingos de Rana, tendo a Federação tentado, sem sucesso, uma mudança de pavilhão. Em comunicado, a SIC explica que “as razões desta decisão prendem-se com questões técnicas, todas elas graves e visíveis, que impedem a produção e a realização do jogo num pavilhão que não reúne as mínimas condições exigíveis”. Nesse quadro, afirma que “foi forçada a tomar esta decisão” (não transmissão) e que já informou a Entidade Reguladora da Comunicação (ERC) da programação de amanhã. A SIC relembra duas anteriores situações, que “considera graves e aos quais é totalmente alheia”, ou seja, “a interrupção do jogo que opôs a Fundação Jorge Antunes ao Benfica, no dia 6 de Dezembro, porque chovia dentro do pavilhão e a falta de electricidade no pavilhão em que decorreu o jogo entre o Instituto D. João V e o Sporting, no passado sábado”. “Os dois casos ilustram uma clara falta de condições dos pavilhões em que se realizaram estes jogos”, sublinha. A SIC afirma ainda que foi entretanto contactada pela FPF para uma eventual mudança de pavilhão, mas que respondeu que por razões legais (programação entregue na ERC) e outras, “não está disponível para transmitir o jogo, aguardando uma posição urgente da FPF sobre os factos que levaram a tomar esta decisão”. A não transmissão do jogo é confirmada pela FPF, no seu site, que não adianta mais pormenores sobre o assunto, limitando-se a referir ter recebido da SIC uma comunicação nesse sentido.
fonte: O JOGO

A LIGA EUROPA é da SIC

A Liga Europa, que a partir de 2009/10 substituirá a actual Taça UEFA, será reformulada para passar a ter um formato mais próximo do da Liga dos Campeões, com uma fase de grupos antes do período de jogos a eliminar.
A SIC vai transmitir os jogos da nova Liga Europa, competição que a partir de 2009/10 substituirá a actual Taça UEFA, nas próximas três épocas. O acordo com a UEFA foi assinado hoje, em Genebra, e prevê a transmissão de 45 partidas, 15 por cada época.
Luís Marques, director-geral da SIC, confirma ao Expresso que o futebol representa "uma peça importante da estratégia de programação para 2009". O valor do acordo não foi revelado, mas o responsável da SIC reconhece que "é inferior ao praticado no futebol português".
A Liga Europa, que em 2009/10 irá contar com a participação de cinco equipas portuguesas, será profundamente reformulada pela UEFA para passar a ter um formato mais próximo do da Liga dos Campeões, com uma fase de grupos antes do período de jogos a eliminar.
O acordo que o terceiro canal estabeleceu com a UEFA prevê também o acompanhamento da competição em espaços de programação, na SIC e na SIC Notícias.
No entanto, ao contrário do que sucede na Liga dos Campeões, onde os patrocinadores estão já previamente definidos pela UEFA, na Liga Europa será SIC a gerir a componente comercial.
fonte: EXPRESSO

Herman Circo está de volta

Herman José apresenta mais um espectáculo cheio de boa disposição e com a inigualável qualidade do espectacular Circo Chen.
Não vão faltar actuações musicais, animais exóticos (tigres de Bengala, dromedários e bisontes americanos), muitas palhaçadas e números surpreendentes: trapezistas voadores, lenços japoneses, antípoda e salteadores de balança.
Domingo dia 21 de Dez às 22h15 ( Lisboa).

Audiências do Zé Carlos

Desde 5 de Outubro que as noites de domingo da SIC são preenchidas pelo humor do colectivo Gato Fedorento com o programa Zé Carlos. No Zé Carlos, cada Gato convida os demais para falarem sobre o que de mais importante se passou na actualidade, sempre com a habitual sátira, humor negro e irreverência que os caracteriza. No programa não falta a rubrica de apanhados com o - Tumba, momentos de relativa boa disposição.
Os onze programas transmitidos até 14 de Dezembro alcançaram 11.7% de audiência média e 29.2% de share. A melhor emissão foi transmitida a 12 de Outubro com 14.6% de audiência média e 34.8% de share. No primeiro programa, o Zé Carlos obteve 10.7% de audiência média 25.6% de share para se despedir com 12.3% de audiência média e 30.2% de share.
Os onze programas foram contactados por 6 511 200 indivíduos residentes em Portugal Continental com 4 anos e mais anos, o que representa 68.8% do universo.
No perfil de audiência, o Zé Carlos destacou-se na região da Grande Lisboa. Por classe social, o melhor registo pertenceu à Classe C2 seguida da Classe A/B com 26%. Por Género, a população Masculina obteve uma ligeira vantagem face à população feminina. Por faixa etária, destacam-se os segmentos etários da população, isto é, entre os e os 44 anos.
fonte: Marktest

SIC expande-se no Brasil

A SIC chegou a acordo com a operadora de telecomunicações brasileira Embratel para distribuição da sua SIC Internacional no Brasil via satélite. Esta nova parceria vem assim reforçar a presença do canal do grupo Impresa no mercado de televisão brasileiro, em que actualmente já têm 3,5 milhões de telespectadores através da operadora Sky, também no satélite, e da NET, na rede de cabo.O serviço agora implementado pela Embratel, que inclui o canal internacional da SIC no pacote de canais internacionais, vem complementar a actual rede da NET, empresa da qual a Embratel é accionista. A operadora, detida maioritariamente pelo Grupo Telmex, do milionário Carlos Slim, tem como objectivo chegar a mais de 20 milhões de lares em todo o Brasil, segundo refere a estação de Carnaxide em comunicado. Para isso, oferece o novo serviço através da sua rede de satélites próprios Star One série C2 que permite levar televisão por assinatura a locais onde actualmente não existe cobertura no país."Para a SIC Internacional, esta nova parceria representa mais um passo no caminho para a globalização do canal e um elevado potencial de crescimento tanto do número de subscritores como das receitas publicitárias que a exposição do canal vai gerar", afirma João Pedro Nava, director de negócios internacionais da SIC. Actualmente, a SIC Internacional conta com um 1,2 milhões de subscritores no Brasil, sendo o país onde tem mais telespectado- res. Além do Brasil, o canal está também presente na França, Suíça, Bélgica, Luxembur- go, EUA, Canadá, Austrália, Angola, Moçambique e África do Sul. A SIC Internacional chega já a 4,5 milhões de pessoas.Do mesmo grupo Impresa, mas da área das publicações (Impresa Publishing) foi agora iniciada a produção da revista oficial do Sport Lisboa e Benfica, a Mística. O novo número, referente ao mês de Janeiro, já está disponível e marca o início da parceria entre o clube encarnado e a Impresa Publishing, refere a mesma empresa. Recorde-se que o clube já tem um canal de TV, desta feita, via Meo.
fonte: site DN

18 de dezembro de 2008

Prémio para a SIC pela ATV

O ciclo de cinema de Manoel de Oliveira, transmitido pela RTP, a «Grande Reportagem» SIC e a série «Investigação Criminal», exibida na TVI, foram escolhidos pela Associação de Telespectadores (ATV) como os melhores programas de Novembro.
A qualidade das reportagens da SIC, «onde há o cuidado de fazer passar apenas a verdade, aquela que dá que pensar», merece os aplausos da ATV, que destaca, a título de exemplo, «O Contrato» (sobre o trabalho precário) e o «Choque» (sobre crianças que sofreram acidentes de viação quando viajavam com os pais).
Como é habitual, a ATV distinguiu também o pior que os canais de televisão portugueses colocaram no ar durante o mês passado. O «Tá a Gravar», da SIC, é segundo a ATV «o convite ao grau-zero da inteligência sob a forma de não-riso».
fonte: Briefing

SportTV rouba Wrestling à SIC Radical

A forte aposta da SIC Radical no wrestling vai esmorecer, pois a estação não adquiriu os direitos de dois torneios da modalidade. "A oferta concorrente foi demasiado alta", diz Boucherie Mendes, da SIC. A outra proposta veio da SportTV.
Tanto o Raw como o ECW têm sido programas cabeças-de-cartaz do canal dirigido ao público juvenil. Agora, Pedro Boucherie Mendes, coordenador dos canais temáticos, considera que este tipo de produto também "já teve o seu pico. Nesta fase, fazia resultados abaixo do 'share' do canal. Ou seja, não tinha na (nossa) grelha a força de outrora".
A SportTV prefere não comentar o negócio. Neste momento, o seu terceiro canal, com conteúdos mais dirigidos aos espectadores em idade escolar, tem já na sua grelha um programa sobre a modalidade, cujo cunho nacional passa pelos comentários de Diogo Beja e Jorge Botas.
Boucherie Mendes admite que a perda destes direitos se relaciona com o momento económico da estação. "Igualar a oferta seria um acto de má gestão. Os tempos aconselham rigor, prudência e temperança". Por outro lado, adianta que se preparam alternativas para os fãs dos super-heróis que não precisam de armas para levar a melhor sobre os adversários. "Temos as soluções. A seu tempo, os espectadores saberão. Há outros fenómenos a acontecer que, esperemos, serão bem recebidos", limitou-se a dizer.
A SIC Radical deverá ficar apenas com o "WWE Experience", uma espécie de síntese de todos os programas da empresa que promove várias competições de luta americana.
A aposta no wrestling também não tem sido um exclusivo da SIC, que chegou, inclusive, a experimentar a exibição em canal aberto.

16 de dezembro de 2008

SIC lidera sites de TV em Outubro

Em Outubro de 2008, 966 mil residentes no Continente com 4 e mais anos acederam a sites de televisão a partir de casa, um valor 2.4% abaixo do registado no mês precedente e 17.9% abaixo do verificado no mês homólogo do ano anterior.
Neste mês, a média diária de visitantes destes sites cifrou-se nos 123 mil, uma descida de 6.8% relativamente a Setembro e de 16.9% face ao observado no mesmo mês do ano precedente. Neste período, foram visitadas perto de 23 milhões de páginas de sites de televisões, uma média de 24 por utilizador. Em páginas visualizadas, observou-se também um decréscimo de 5.1% face ao mês anterior e de 9.1% face a Outubro de 2007.
O tempo total de navegação nestes sites atingiu quase 357 mil horas, uma média de 11 515 horas por dia e de 22 minutos por utilizador. O tempo total de navegação esteve 8.5% abaixo do observado no mês precedente e 22.4% abaixo do registado em Outubro de 2007.
A SIC online é agora o canal de televisão português mais visitado a partir do lar, com 339 mil utilizadores únicos em Outubro. A RTP online baixou para a segunda posição, com 332 mil utilizadores únicos, enquanto a TVI online obteve 171 mil. No total, estes sites foram visitados por 589 mil utilizadores únicos, um valor 3.0% acima do registado no mês anterior.
Em termos de número de visitantes, todos os canais baixaram, excepto a SIC que aumentou 9.4% relativamente ao mês anterior. Na RTP online observou-se uma quebra de 4.9% e na TVI online de 11.9% face a Setembro.
A SIC online também subiu à liderança em páginas visitadas, com 4 277 mil em Outubro. A TVI online manteve-se em segundo, com 2 850 mil páginas visualizadas, enquanto a RTP online baixou do primeiro para o terceiro lugar, com 2 271 mil. No total, estes sites tiveram 9 397 mil páginas visitadas, menos 12.3% do que no mês anterior.
Em páginas visitadas, foi a SIC online que voltou a protagonizar a maior subida, com um acréscimo de 29.5% face a Setembro. Na TVI online observou-se uma quebra de 17.8%, enquanto a RTP online foi a que mais baixou face a Setembro, com menos 42.4% páginas visualizadas a partir do lar.

A análise tem como base informação do Netpanel da Marktest, um estudo que analisa o comportamento dos internautas portugueses a partir de um painel de utilização doméstica. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto

Jaciara esteve ontem no Contacto

A ex-mulher de Deco não evitou as lágrimas ao falar do pai, da cumplicidade com o sogro e da doença do filho. No programa ‘Contacto’, da SIC, Jaciara falou, ontem, pela primeira vez, da morte do progenitor. “O meu pai morreu por causa da bebida, tinha eu 15 anos. Eu era a menina do papá e sofri muito”, recordou a brasileira.
Sem referência paterna, Jaciara emocionou-se ao lembrar a enorme 'cumplicidade' com o pai de Deco. 'O meu sogro é uma pessoa grandiosa, continua a ser um segundo pai para mim', referiu.
Depois de voltar a falar da separação dolorosa com o jogador do Chelsea – deixou claro que o divórcio foi culpa de ambos –, Jaciara levou o estúdio às lágrimas ao falar do pequeno David Luiz, de um ano e quatro meses, e a sua luta contra uma doença desconhecida. 'O David tem um problema imunitário. Não sei muito bem dizer o que tem, mas é a única criança do Mundo com essa doença', salientou, lembrando os momentos dolorosos que a criança viveu no hospital.
fonte: CM

Gatos dão vitórias à SIC

Tiago Dores, José Diogo Quintela, Miguel Góis e Ricardo Araújo Pereira vão parar de fazer programas durante alguns meses, mas vão continuar a trabalhar em anúncios publicitários do Meo. Os Gato Fedorento conseguiram colocar a SIC no primeiro lugar das audiências aos domingos O programa dos Gato Fedorento terminou este domingo, um dia em que a SIC ficou mais uma vez em primeiro lugar nas audiências. Aliás, esta temporada de Zé Carlos deu uma grande ajuda para que o canal de Carnaxide tivesse bons resultados aos domingos, ao contrário dos dias da semana, em que tem ficado quase sempre em terceiro lugar, atrás da TVI e da RTP1. Mas, apesar do sucesso, a versão Diz Que É Uma Espécie de Magazine, do primeiro canal da estação pública, teve maior audiência.Diz Que É Uma Espécie de Magazine, que foi emitido entre 10 de Outubro de 2007 e 16 de Dezembro de 2007, teve uma média de 12,8% de audiência, enquanto Gato Fedorento: Zé Carlos, que começou a ser transmitido a 5 de Outubro deste ano e que terminou ontem ao 11.º programa, teve uma audiência média de 11,7%Ricardo Araújo Pereira, José Diogo Quintela, Tiago Dores e Miguel Góis competiram todos os domingos à noite com a ficção nacional da TVI, tanto com as telenovelas como com a série Casos da Vida, e com o programa de Catarina Furtado A Minha Geração, que nunca chegou a ter bons resultados. A verdade é que os Gato Fedorento continuam a ser um fenómeno televisivo, o que se pode considerar um feito, já que a SIC não tem conseguido descolar em termos de audiências há vários meses.Entretanto, os quatro humoristas vão de férias, apenas com um breve regresso ao trabalho para apresentarem o programa de fim de ano, tal como aconteceu no ano passado para a RTP1. As férias deverão prolongar-se pelo menos até Abril, de acordo com fonte da SIC. Mas se os Gato Fedorento vão estar fora dos ecrãs num formato televisivo, isso não quer dizer que os telespectadores deixem de os ver na pequena pantalha. É que Ricardo Araújo Pereira e companhia vão continuar a fazer publicidade para a PT, nomeadamente para a operadora de televisão Meo. Depois das três campanhas de Natal que estão no ar (Videoclube, Benfica TV e Conto de Natal), os "Gato" vão fazer mais durante o ano que vem. Além da publicidade, todos os "Gato" têm crónicas em várias publicações na imprensa nacional.Este ano, os Gato Fedorento já tinham estado sem um programa entre Janeiro e Outubro.
fonte: site DN

15 de dezembro de 2008

SIC lidera o dia com três programas no top 5


14 de dezembro de 2008

Humor nacional

O ansiado regresso dos "Gato fedorento" à TV encerra este domingo um ciclo. Vai para o ar na SIC a última emissão da série "Zé Carlos". Mas o panorama do humor português tem evoluído e o quarteto não está isolado na missão de provocar o riso.
A recente "rentrée" televisiva foi recheada de apostas humorísticas por parte dos vários canais em sinal aberto. Umas privilegiam um cunho mais popular, outras enveredam pela sátira política e ainda as há que versam por excelência o cómico de situação. O trunfo mais sonante nesta área terá sido, após uma ausência de cerca de um ano e com uma mudança de estação à mistura, o retorno à SIC dos "gatos" mais famosos do país.
Segundo o escritor Rui Zink, o público ter-se-á desencantado um pouco com o quarteto. "A nossa mulher pode deixar de estar enamorada por nós mesmo que sejamos fantásticos na cama", ilustra. Ou seja, eles estão sujeitos "à sombra fria do tédio", como que prisioneiros de um "déja vu". Porém, não os acusa de falta de inovação. "Ganham em manter-se fiéis a essa linha", uma vez que "é da linguagem" que transpira "a sua graça".
Grosso modo, as audiências mostram que as expectativas não saíram defraudadas. O humor parece ser uma boa resposta à crise.
O actor e comediante Marco Horácio comenta, relativamente aos "Gato fedorento", que "o público estava à espera de algo diferente e recebeu mais do mesmo", contudo, na medida em que não são actores, mas humoristas, limitaram-se a ficar pelo registo em que são bons".
Por fim, "Vip manicure" (21,8%) merece também uma vénia. "São duas figuras que simplesmente não sabem fazer nada mal". Ainda que os números falem por si, apura-se uma certa dissonância face à aclamação da crítica. Por exemplo, "Zé Carlos" não gerou consenso e consegue bons resultados (29,1% de quota de espectadores). Por sua vez, "Caia quem caia" (33,1%) tem feito uma carreira francamente positiva, taco a taco com os "Gato fedorento", embora os formatos sejam exibidos em dias distintos.
fonte: JN

Reestruturação em Marcha

A SIC não avança números exactos sobre baixas na Redacção, mas garante que "o plano de rescisões está a decorrer conforme o esperado".
Esta informação reforça as palavras já proferidas pelo director-geral da SIC, Luís Marques: "A primeira fase do plano serviu para fazer um diagnóstico da situação, sendo que a próxima implica uma análise sector a sector" e visa adoptar "um novo modelo de funcionamento".
O novo modelo, recorde-se, insere-se num plano de reestruturação que tem por objectivo "ajustar a empresa às necessidades da nova realidade orçamental". As receitas da SIC desceram 1,5 por cento.
fonte: CM

13 de dezembro de 2008

Star Wars amanhã na SIC

Apenas dois meses depois do seu arranque nos EUA no Cartoon Network, a série animada Star Wars: A guerra dos clones chega amanhã à SIC, onde será exibida aos domingos de manhã às 10h00 integrada no bloco de programação infanto-juvenil. A série criada por George Lucas e dirigida por Dave Filoni situa-se na cronologia do universo Star Wars entre os "episódios 2 e 3" e dirige-se a um outro público, mais jovem, mas tem sido bem recebida pela crítica e pelo público, ao contrário da longa-metragem estreada no Verão que serviu de "anúncio"/"antecipação da série.
fonte: A minha TV

Hoje há "Levanta-te e Ri" de Natal

Para quem estava com saudades porque não matá-las? A SIC volta hoje a transmitir o programa que preencheu as noites das segundas feiras durante vários anos. Pelo Levanta-te e Ri passaram, por exemplo, Marco Horácio, Quim Roscas e Zeca Estacionâncio, Commedia à La Carte, Francisco Menezes, Fernando Rocha, Serafim, Miguel 7 Estacas, Seabra, Hugo Sousa, Eduardo Madeira, Gato Fedorento ou Carlos Moura
Assim sendo a partir das 23.55 a SIC transmite o especial Levanta-te e Ri de Natal. A não perder!

Promo do Chamar a Música especial Natal

SIC impossibilitada de transmitir o jogo de futsal programado

A SIC está impedida de transmitir o jogo de Futsal entre o Instituto D. João V e o Sporting Clube de Portugal visto que o pavilhão onde se iria disputar o encontro não tem iluminação. O comunicado foi feito esta tarde no final do programa "Episódio Especial". Por esse motivo informa a voz off da SIC que de seguida irá para o ar a série "Entre Vidas" pedindo naturalmente desculpas a todos os espectadores da SIC.

Atrevam-se a cantar com Bárbara Guimarães

Bárbara Guimarães está de volta à SIC já no início de 2009, com o programa ‘Atreve-te a Cantar’. O formato é adaptado pela produtora de Piet-Hein Baker, CBV, a partir do original ‘Who Dares, Sings’, do Reino Unido.
Um concurso em que o júri é um computador, de seu nome SAM, marca a diferença nesta que é a era da informática por excelência. Bárbara Guimarães é estrela com luz própria num palco que é só seu, de cinco concorrentes e... do ‘tio’ SAM. À Correio TV, a apresentadora não quis adiantar pormenores sobre o formato, mas deixou um conselho: 'Atrevam-se a cantar!' Diz quem sabe que não custa nada soltar a voz no karaoke e até Bárbara já mostrou a sua voz noutros programas.
As inscrições já estão abertas e a SIC tem no ar a promoção do programa, apelando a uma inscrição por sms. Em ‘Atreve-te a Cantar’, e ao contrário do que acontecia em ‘Chamar a Música’, com Herman José, os concorrentes têm de cantar afinado para chegar à final.

GANHA O MAIS AFINADO > CEM PESSOAS ENTOAM HINO DO CONCURSO
O programa de Bárbara Guimarães começa com uma plateia de cem concorrentes em estúdio, cada um com o seu microfone. Todos juntos entoam o hino do concurso ‘Atreve-te a Cantar’, uma melodia que fica facilmente no ouvido. Depois dessa primeira fase, o computador SAM selecciona cinco candidatos, que sobem ao palco para tentarem a sua sorte. A pouco e pouco, o exigente júri SAM vai eliminado os cantores menos afinados até escolher o vencedor do programa, que tem direito a um prémio monetário.
fonte: CM

Nuno Graciano > "Todos os dias sinto a guilhotina das audiências"

A preparar uma versão nacional de ‘apanhados’ para 2009, o apresentador de ‘Não Há Crise!’ não teme a concorrência da TVI: “Eles é que deviam estar preocupados!”
Não Há Crise!’ veio provar que os formatos simples e baratos dão resultado. Estava à espera deste sucesso?
Na altura do aniversário da SIC, o Nuno Santos [director de Programas] pediu-me para fazer umas brincadeiras a uns colegas. Deu-me imenso prazer e resultou muito bem. Percebi que estava cheio de saudades de fazer ‘apanhados’, apesar de ter prometido a mim mesmo que não voltaria a fazê-los. Além disso, fiquei surpreendido com o facto das pessoas me abordarem na rua a pedir para voltar com este formato. Surgiu então o ‘Não Há Crise!’, um programa com uma linguagem simples, que as pessoas apreciam, e que até pode ser visto sem som. Aliás, sei que há muitos restaurantes que sintonizam na SIC ao sábado à noite. É uma fórmula barata e simples, que resulta muito bem, mas vai ter que evoluir.
E por isso vai apostar numa versão nacional do ‘Não Há Crise!’ para 2009?
Já estamos a trabalhar nisso, pois está na altura de fazer umas coisas com graça a nível nacional, mas não posso adiantar muito mais, a não ser que vai ser diferente de tudo aquilo que já se fez. Já disse à direcção de Programas que, para me envolver novamente numa produção nacional, quero ter meios que nunca tive. É que, muitas vezes, são estes que decidem a qualidade do trabalho e eu tenho a responsabilidade de oferecer ‘apanhados’ de qualidade às pessoas.
Vai continuar a fazer concorrência ao ‘Caia quem Caia’, da TVI?
O programa estreia para o ano, mas ainda não sei a data. Seja como for, temos a consciência de que no outro canal também existe um programa de humor. Contudo, tendo em conta a estrutura e o investimento do ‘Caia quem Caia’, que é uma grande aposta da TVI fora da ficção, acho que eles é que devem estar preocupados com o ‘Não Há Crise!’...
Mas sente a pressão das audiências...
Todos os dias. A guilhotina das audiências está sempre presente. Acordo diariamente com uma mensagem no telemóvel a informar-me sobre os resultados do ‘Contacto’ no dia anterior. Sou constante e sistematicamente confrontado com isso, mas é uma pressão que sempre senti ao longo da minha vida profissional.
Hoje mais do que nunca?
Nem por isso. É assim desde que entrei para a SIC e deve ser assim em todas as estações. Só quando estive na RTP é que senti menos essa pressão. Mas não me assusto com isso. Na verdade, ajuda-me a ser mais responsável, a trabalhar mais e melhor.
Voltando à versão nacional do ‘Não Há Crise!’. O Nuno será, mais uma vez, o ‘cérebro’ do programa?
Será tudo feito por mim. Sou eu que imagino as situações e sou eu que faço a direcção dos ‘apanhados’, ou seja, sou a voz no auricular dos actores que lhes dá todas as indicações sobre o que fazer e dizer. A arte dos ‘apanhados’ também passa por arquitectar a história na altura em que se está a gravar, pois as pessoas nem sempre reagem como nós queremos.
É difícil impor limites às brincadeiras, de forma a evitar o mau gosto?
Onde é que está a fronteira entre a brincadeira e o gozo? É uma noção que tenho que ter: brincar em vez de gozar com as pessoas. Ao contrário do que os espectadores possam pensar, fazer ‘apanhados’ é muito trabalhoso. É a antítese do que geralmente é feito em televisão, pois tudo gira em torno do imprevisto, a imagem nem sempre é a melhor, uma vez que é tudo filmado às escondidas, as reacções são as mais diversas... E as coisas nem sempre correm como esperavamos.
Vai deixar o ‘Contacto’ para se dedicar a este novo projecto?
Isso é uma pergunta para o Nuno Santos. O ‘Contacto’ é um programa vencedor de audiências no horário das 16h30 às 18h00. Por isso temos que tratá-lo bem, até porque tem uma responsabilidade social de fazer companhia aos telespectadores. Não quero defraudar todas aquelas pessoas que me tratam carinhosamente por ‘Tio Careca’. Porém, tudo na vida tem uma duração e eu já estou há três anos a apresentar o programa, pelo que é normal que sinta vontade de fazer outras coisas. Para já, o que posso dizer é que não está previsto abandonar o ‘Contacto’, mas é possível que tenha de me ausentar de vez em quando.
Se tiver de deixar o formato, quem gostaria que o substituísse?
Existem vários colegas na SIC que poderiam perfeitamente apresentar o ‘Contacto’, desde o José Figueiras ao Nuno Eiró.
Sente um desgaste a nível de imagem por estar a apresentar um programa de segunda a sexta-feira?
Sei que o meu desempenho é avaliado diariamente, mas isso não me custa, pois não represento qualquer papel ao apresentar ‘Contacto’. Sou eu mesmo. Por outro lado, concordo com o Manuel Luís Goucha quando ele diz que o público fica zangado connosco quando desaparecemos, uma vez que nos considera um amigo. É preciso ter muito cuidado, sobretudo em programas como este, que é uma companhia para muitas pessoas.
NOVO PROGRAMA > 'CHEGA DE HUMOR'
Em 2009 vai ter, finalmente, a oportunidade de apresentar o programa da sua vida?
Sim. É o menino dos meus olhos, pois penso nele desde garoto. Posso dizer que é um projecto inesgotável, que posso fazer durante muito tempo, e que já está a ser preparado.
É uma ideia original?
Hoje em dia já não se inventa nada, mas é a primeira vez que se faz algo deste género em Portugal.
Será semanal ou diário?
Ainda não sei. Mas imagino-o como um programa semanal.
Será de humor?
Não. Já chega de humor. Hoje, graças às equipas com quem já trabalhei, nomeadamente do ‘Contacto’, sinto-me capaz de fazer um pouco de tudo.
PERFIL
Nuno Graciano, que celebrou 40 anos dia 7 de Dezembro, já conta com 15 de carreira. Depois de passar pela TVI e RTP, o apresentador tornou-se no rostos dos programas de ‘apanhados’ em Portugal na SIC, com ‘Ri-te, Ri-te’, ‘Os Apanhados da Bola’, ‘Flagrante Delírio’ e agora ‘Não Há Crise!’ A par destes formatos, Nuno Graciano participou como actor em ‘Uma Aventura’ e ‘Floribella’.
fonte & foto: CM

Bárbara Guimarães volta ao grande espectaáculo

Atreve-te a Cantar é o novo programa que Bárbara Guimarães vai comandar na SIC já a partir do início do próximo ano, sendo que a estação de Carnaxide está a ponderar uma emissão especial do mesmo formato ainda antes de 2009. Atreve-te a Cantar é o concurso que vai marcar o regresso de Bárbara Guimarães ao grande espectáculo em televisão, depois de ter conduzido Família Superstar, que terminou na passagem de ano de 2007 para 2008.O concurso é um formato original do canal britânico ITV, denominado Who Dares Sings. A estrutura do programa é bastante simples: a plateia tem 100 potenciais concorrentes, cada um com um microfone. No início começa uma música, que deverá ser o hino do concurso e todos os elementos da plateia começam a cantar, tentando acompanhar a música o melhor que podem e conseguem. É aí que entra um computador chamado SAM (Sound Analysis Machine, Máquina de Análise de Som, em português). E será o computador que vai identificar as cinco melhores vozes para passarem da plateia para o palco. A partir daí, o SAM vai eliminando um a um cada concorrente até ao vencedor final que ganhará um prémio em dinheiro.
A promoção do Atreve-te a Cantar já está no ar da estação de Carnaxide e para se habilitar a participar basta enviar um sms com AC (espaço) nome, idade e localidade para o 3368. O custo é de um euro. No fundo, é um concurso para quem acha que tem jeito para cantar em karaokes e julga que tem boa voz e afinação. Um pouco ao contrário do programa Chamar a Música, apresentado por Herman José, em que o importante era saber a letra da música, não importanto se tinha boa voz ou afinação para cantar.
Atreve-te a Cantar está a ser produzido pela CBV, de Piet-Hein Baker. A SIC ainda não escolheu uma data para o início do concurso, mas tudo indica que deverá passar aos domingos, substituindo o Gato Fedorento: Zé Carlos, que vai de férias alguns meses. Bárbara Guimarães regressa assim ao palco onde melhor se move.
fonte: DN

12 de dezembro de 2008

Instituto - Sporting na SIC

No próximo sábado, dia 13 de Dezembro, o Instituto D. João V recebe o Sporting numa partida a contar para a 11ª jornada do Campeonato Nacional da I Divisão de Futsal/FUTSAGRES.
Ao Portal do Futebol, os técnicos Nuno Dias e Paulo Fernandes deram conta das expectativas para o encontro.
A partida, que terá lugar no Pavilhão Instituto D. João V (Louriçal), será transmitida em directo pela SIC, para o Continente, Açores e Madeira. O apito inicial está agendado para as 15h00.

Jogos do Benfica em Futsal apenas na SIC

Os encontros da equipa de futsal do Benfica vão continuar a ser transmitidos pela SIC.Fonte da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) explicou que face ao acordo estabelecido com o canal de Carnaxide, que dura até ao final da temporada, os jogos dos encarnados não serão transmitidos pela Benfica TV. O canal dos encarnados só poderá dar as partidas se a SIC abdicar da transmissão e a FPF autorizar.O mesmo se aplica às restantes competições sob égide do organismo federativo. De facto, até para poder transmitir jogos das camadas de formação, a Benfica TV tem de obter autorização da FPF.
fonte: RECORD

11 de dezembro de 2008

Natal de Esperança na SIC amanhã

Dia 12 de Dezembro, Sexta-Feira, a SIC vai ter um “Natal de Esperança”, numa emissão especial conduzida por Bárbara Guimarães e Fátima Lopes. Vão ser 10 horas de emissão em directo que contarão com a presença das Caras SIC e de muitos convidados especiais, entre eles Rui Veloso, Carlos do Carmo e Filipe La Féria. Não há festa sem música! Por isso vão estar presentes grandes estrelas da música nacional, como Marco Paulo, Luís Represas, João Pedro Pais, os Anjos, os Perfume e André Sardet. Jovens promissores da música portuguesa também não vão faltar e, por isso, está marcada a presença de Mickael, Lucy, RBL, e muitos mais. Alguns irão prestar tributo a Carlos Paião, numa homenagem no 20º aniversário da sua morte. Herman José irá assegurar as gargalhadas e Jorge Mourato, César Mourão e os Commedia à la Carte prometem também grandes momentos de animação! O circo e a magia, próprios da quadra natalícia, vão também estar presentes ao longo desta maratona televisiva. A SIC está consigo, pela Esperança. Este ano é Certo que o Natal começa Aqui. Seja solidário e habilite-se a ganhar um automóvel Ligue 760 300 500 e o custo de cada chamada (0,60€ + IVA) reverte para acções de solidariedade da SIC Esperança. Ajude-nos a ajudar e ainda pode ganhar um fantástico automóvel Dacia Logan MPV de 7 lugares, a sortear no final da gala! Partilhe as suas mensagens de Natal Durante todo o dia pode enviar-nos as suas mensagens natalícias e partilhá-las com o mundo inteiro, através da SIC e da SIC Internacional. Escreva um sms com a palavra NATAL seguido da sua mensagem, nome e localidade e envie para o 3363 (custo de cada sms enviado: 0,60€).

Está a começar a programação de Natal

"Aproveitamos o Natal para fazer o bem", disse Daniel Cruzeiro, sub-director de Programas da SIC, que está a coordenar a emissão especial de mais de 10 horas que a estação de Carnaxide está a preparar para amanhã.
Apresentada por Fátima Lopes e Bárbara Guimarães, o espectáculo realiza-se nos estúdios da Valentim de Carvalho, em Paço de Arcos, para uma audiência de 300 espectadores, além dos milhares esperados frente ao televisor.
Intitulada "Natal de esperança", esta operação televisiva é organizada em parceria com o projecto SIC Esperança, que será responsável pela escolha da instituição para quem reverterá o dinheiro amealhado. Neste caso, os espectadores que telefonarem também se habilitarão ao sorteio de um automóvel.
Esta emissão também vai homenagear o cantor e compositor Carlos Paião, no ano em que se assinalam duas décadas da sua morte. "Achamos que é um artista que se manteve actual", prosseguiu o responsável, acrescentando que em palco estarão "jovens artistas" a interpretar alguns dos temas mais conhecidos do autor.
No Domingo a SIC apresenta uma edição especial de "Chamar a música", conduzido por Herman José, onde os convidados tentam adivinhar as letras das canções apresentadas. O vencedor escolhe a instituição de solidariedade a quem doará o dinheiro que ganhou. JN